Loulé

Nota de pesar pelo falecimento do Prof. Joaquim Vairinhos

Presidente da Câmara Municipal de Loulé entre 1990 a 1999

Joaquim Vairinhos

A Câmara Municipal de Loulé vem manifestar publicamente o seu mais profundo pesar pelo falecimento do Prof. Joaquim Vairinhos, hoje, dia 11 de abril de 2022, com 77 anos de idade.

Joaquim Manuel dos Santos Vairinhos nasceu no dia 17 de maio de 1944, em São Clemente (Loulé). Foi Professor, coordenador pedagógico distrital, coordenador Concelhio de Educação Física em Loulé e inspetor orientador do Ministério da Educação.

Com uma atividade desportiva e associativa intensa na região do Algarve, nomeadamente na cidade de Loulé, foi um dos fundadores da Casa da Cultura, do Clube de Ténis e do Rugby Clube. Foi atleta e Presidente da Assembleia Geral do Louletano Desportos Clube de 1973 a 1975, atleta do Sport Faro e Benfica e do Sport Lisboa e Benfica nas modalidades de atletismo e rugby. Foi igualmente Presidente da Assembleia Geral da Associação de Andebol do Algarve de 1972 a 1973 e Presidente da Assembleia Geral da Associação de Futebol do Algarve em 1992.

Com uma atividade política notável, foi Presidente da Comissão Política Concelhia do Partido Socialista em Loulé, Presidente da Federação Regional do PS Algarve e membro da Comissão Nacional do PS.

Desempenhou funções de Vereador da Câmara Municipal de Loulé, no período de 1985 a 1989, e Presidente da mesma edilidade, de 1990 a 1999. Durante o seu mandato, entre outras obras de grande envergadura, inaugurou o complexo interior das Piscinas Municipais de Loulé, em 1993, e foi o grande precursor da construção do Porto de Pescas de Quarteira, do Estádio Algarve e do Pavilhão Desportivo Municipal de Loulé, um dos maiores pavilhões da região algarvia.

Durante o seu mandato autárquico, foram construídas diversas escolas dos 2º e 3º Ciclos e a Escola Secundária Dra. Laura Ayres.

Representou a Região do Algarve, nos anos de 1994 a 1999, no Comité das Regiões da União Europeia, e foi Deputado ao Parlamento Europeu, nos anos de 1999 a 2004.

Em 2016, foi agraciado pela Câmara Municipal de Loulé com a Medalha Municipal de Mérito Grau Ouro, pelo seu papel preponderante no desenvolvimento do Concelho, na criação de infraestruturas e na projeção do nome do Município.

Na última fase da sua vida dedicou-se à criação literária tendo publicado algumas obras poéticas, como “Grito só silêncios nas asas do verbo”, “Retalhos poéticos do quotidiano”, “ e se o mar fosse eu?”, entre outros.

Em fevereiro deste ano de 2022, no dia da cidade, a Câmara homenageou-o, atribuindo o seu nome ao Pavilhão Municipal de Loulé.

Com o falecimento do Prof. Joaquim Vairinhos, um verdadeiro exemplo de dinamismo e de dedicação à causa pública, o concelho de Loulé fica mais pobre, pois é uma parte de si que se perde ficando para sempre um legado considerável para as gerações futuras.

A Autarquia de Loulé enaltece publicamente o prestimoso contributo de Joaquim Vairinhos na vida da comunidade e no desenvolvimento do concelho e endereça, neste momento de profunda consternação, as mais sentidas condolências à família e aos amigos.

Em sua memória e reconhecimento, a Autarquia declara três dias de luto municipal, ficando a bandeira do Município a meia haste.  

Loulé, 11 de abril de 2022

O Presidente da Câmara Municipal de Loulé, Vítor Aleixo

Categorias:Loulé