Saúde

Ciência e Investigação | Abertas candidaturas ao Prémio Henri Boulard no valor de 30 mil Euros

30 mil euros para projetos inovadores de saúde pública relacionados com a microbiota

Estão abertas, até ao próximo dia 15 de setembro, as candidaturas para a 2.ª edição do Prémio Henri Boulard de Saúde Pública, atribuído pela Biocodex Microbiota Foundation (BMF). Este ano, o Prémio tem um valor global de 30 mil euros, que é repartido de forma equitativa pelos três projetos mais inovadores na melhoria das condições de saúde pública em doenças relacionadas com o desequilíbrio da microbiota intestinal humana

O objetivo da BMF, que este ano decidiu atribuir prémios a três projetos, é aprofundar o compromisso com a melhoria da saúde pública em países subdesenvolvidos da Ásia, África e América Latina

O júri vai avaliar projetos que tenham um impacto positivo na saúde a nível local, por exemplo, por meio da educação e consciencialização em saúde, novas infraestruturas, projetos agrícolas ou de purificação de água. Os candidatos têm de ser profissionais de saúde e o projeto deve ser submetido em nome de uma associação, organização de pesquisa, hospital ou instituição. Os três projetos vencedores serão anunciados em novembro. 

O Prémio criado no ano passado é uma homenagem ao cientista francês Henri Boulard*, que conseguiu identificar e isolar a estirpe única Saccharomyces boulardii CNCM I-745®, o que tem permitido, desde então, salvar a vida de milhões de pessoas em todo o mundo. 

No ano passado, foram premiados projetos na Nigéria e na Tailândia. O projeto nigeriano, de uma equipa do Kings Heritage Pharmaceutical Limited, tem como objetivo a criação e o desenvolvimento de uma campanha de consciencialização junto das mulheres para o uso correto dos contracetivos em 10 comunidades rurais, uma vez que muitas delas utilizam antibióticos como método de contraceção. Esta situação constitui um risco para as mulheres, já que este uso incorreto pode levar ao desequilíbrio da microbiota intestinal e a uma resistência antimicrobiana que aumenta o risco de infeção e complicações graves em cirurgias.  

O projeto tailandês, da Faculdade de Medicina da Universidade Chulalongkorn, em Banguecoque, visa explorar a alteração dos microbiomas de águas residuais em hospitais e habitações em diferentes áreas da Tailândia. As amostras de águas residuais recolhidas de áreas selecionadas aleatoriamente são avaliadas no que se refere à composição do microbioma viral, bacteriano e fúngico, com tecnologia de sequenciamento de última geração. 

Consulte aqui o regulamento, o prazo e o formulário para as candidaturas:  

Prémio Henri Boulard de Saúde Pública 2022 

*Henri Boulard foi um cientista e microbiologista francês do século XX, que tinha um grande interesse em estudar doenças tropicais. A cólera era uma epidemia comum na Ásia (década de 20) e o cientista, que se encontrava na Indochina, observou que a população local consumia uma bebida à base de líchia e mangostão para tratar a diarreia infeciosa causada pela cólera. Decidiu então estudar em pormenor a composição da casca das líchias e dos mangostões, tendo conseguido identificar e isolar a estirpe única Saccharomyces boulardii CNCM I-745® que a Biocodex produz hoje em dia para o tratamento da diarreia.  

BIOCODEX MICROBIOTA FOUNDATION  

Existe um interesse crescente na microbiota devido ao seu potencial numa ampla variedade de doenças. A missão da Biocodex Microbiota Foundation (BMF) é aproveitar este interesse crescente e promover a pesquisa em microbiota e sua interação com várias patologias. A pesquisa é apoiada por meio de subsídios concedidos a projetos que investigam a implicação da microbiota na saúde humana. A BMF apoia a pesquisa básica e aplicada. Os projetos são selecionados anualmente por um comité de cientistas nacionais independentes.  

Para mais informações contactar:   

Telma Roque | Tel. +351 968 024 806 | telma@prinfluencer.pt   

Renata Pinto | Tel. +351 938 826 176 | renata@prinfluencer.pt 

Categorias:Saúde