Loulé

LOULÉ | Laço Azul Humano alerta para maus-tratos na Infância e Juventude

Na manhã da próxima sexta-feira, 29 de abril, vai ser criado na Praça da República, em frente aos Paços do Concelho de Loulé, um laço azul humano, uma iniciativa cívica que pretende alertar a comunidade para a importância da prevenção dos maus-tratos na infância e juventude.

Este momento constitui o culminar de um mês (abril) dedicado a esta temática, e que arranca às 11h30, com a concentração dos participantes, que incluem alunos das escolas de Loulé, assim como todos os que quiserem participar.

A par deste laço humano, de uma forma simbólica, ao longo deste mês foram colocados três laços azuis na fachada do edifício Câmara Municipal de Loulé e das instalações da CPCJ – Comissão de Proteção de Crianças e Jovens de Loulé, num gesto do Município de associar-se às ações que decorrem um pouco por todo o mundo.

O “Movimento do Laço Azul” teve origem em 1989, nos Estados Unidos, quando uma avó, depois de saber que os seus netos tinham sido vítimas de maus-tratos por parte dos pais, amarrou um laço azul à antena do seu carro, num gesto de alerta para o combate aos maus-tratos na infância. As crianças apresentavam nódoas negras pelo corpo e o neto acabou mesmo por ser assassinado pelos progenitores.

Desde então o movimento espalhou-se a nível mundial e foi decisivo no despertar das consciências da população, em relação aos maus-tratos contra as crianças e para a importância da prevenção, promoção e proteção dos seus direitos, como forma de apoiar as famílias e fortalecer as comunidades, nos esforços necessários para prevenir o abuso e a negligência infantil.

Categorias:Loulé