AGENDA

ALGARVE | Campanha “1€ abem” nas farmácias aderentes até 25 de maio

Arrancou ontem, nas farmácias aderentes do Algarve, a angariação de fundos da campanha “1€ abem:”, promovida a favor do Programa abem:. A iniciativa, que decorre até dia 25 maio, convida os portugueses a doarem 1€ ao Fundo Solidário abem:. O montante angariado pela ação será inteiramente aplicado na aquisição de medicamentos, produtos e serviços de saúde para os beneficiários abrangidos pelo programa.

“O cartão abem: é, em muitos casos, a única forma dos nossos munícipes levantarem junto das farmácias todos os medicamentos que lhes são prescritos e de que tanto necessitam.”, explica Carlos Baía, Vereador da Câmara Municipal de Faro.

«A Campanha 1€ abem: é sinónimo de saúde e esperança para muitas famílias! É tempo de nos juntarmos por uma causa tão nobre como o acesso ao medicamento, um bem essencial à vida”, apela Edite Caliço, farmacêutica.
Atualmente, a Rede abem conta com 8 entidades referenciadoras no Algarve:

Junta de Freguesia de SalirLoulé
Município de AlbufeiraAlbufeira
Município de AljezurAljezur
Município de FaroFaro
Município de LouléLoulé
Município de MonchiqueMonchique
Município de SilvesSilves
Município de TaviraTavira

No distrito, existe ainda uma rede de 54 Farmácias abem: onde os 1.484 beneficiários podem aceder, sem custos, aos medicamentos prescritos pelos seus médicos. Desde o início do abem: a 25 de maio de 2016, já foram dispensadas 77.508 embalagens de medicamentos no distrito de Faro no âmbito do Programa.
Além da campanha que irá decorrer nas farmácias aderentes entre 16 e 25 de maio, é ainda possível apoiar esta iniciativa a qualquer momento, através de

Transferência bancária para o IBAN: PT50 0036 0000 9910 5914 8992 7
– Via MBWAY: 932 440 068

A Associação Dignitude, promotora do Programa abem:, emite recibos de donativo no âmbito do Estatuto de Benefícios Fiscais. Para tal, os doadores devem enviar comprovativo de transferência, nome e NIF para geral@dignitude.org. Iniciativa apoiada pela Portugal Inovação Social, através de Fundos da União Europeia.

Sobre a Associação Dignitude:
A Associação Dignitude nasceu no dia 4 de novembro de 2015, em Coimbra, onde está sedeada. É uma instituição
particular de solidariedade social que tem por missão o desenvolvimento de programas solidários de grande impacto
social, que promovam a qualidade de vida e o bem-estar dos portugueses. O abem: Rede Solidária do Medicamento
é o primeiro Programa promovido pela Associação Dignitude.
São Associados Promotores a Cáritas Portuguesa, a Plataforma Saúde em Diálogo, a Associação Portuguesa da
Indústria Farmacêutica e a Associação Nacional das Farmácias. Através de protocolos institucionais, juntaram-se ao
projeto a Confederação Nacional das Instituições de Solidariedade, a União das Misericórdias Portuguesas, a
Associação de Farmácias de Portugal e a Associação Nacional de Municípios Portugueses.
Foram Associados Fundadores da Dignitude: António Arnaut; António Ramalho Eanes; Francisco Carvalho Guerra;
João Gonçalves da Silveira; João Cordeiro; Maria de Belém Roseira; Odette Santos Ferreira.


Sobre o Programa abem: Rede Solidária do Medicamento
O Programa abem: Rede Solidária do Medicamento é um projeto inovador, lançado pela Associação Dignitude. Tem
como objetivo permitir o acesso, de forma digna, aos medicamentos prescritos a quem não tem capacidade
financeira para os adquirir, cobrindo, no receituário, o valor não comparticipado pelo Estado.
O abem: está presente em todos os distritos do país e regiões autónomas. Assenta numa rede de parcerias que
assegura o circuito solidário do medicamento. Qualquer pessoa em situação de carência pode ser referenciada ao
Programa pelas entidades locais, que vão desde Juntas de Freguesia e Câmaras Municipais, a IPSS e outras
instituições da área social. Depois de referenciado, o beneficiário tem acesso ao Cartão abem: bastando apresentá-lo
numa farmácia abem: para poder adquirir os medicamentos comparticipados que lhe forem receitados. A despesa
realizada é coberta pelo Fundo Solidário, 100% dedicado à co comparticipação de medicamentos dentro do
Programa, alimentado por uma campanha permanente de angariação de fundos.
A nível nacional, o Programa já apoiou 28.067 beneficiários de 15.835 famílias, dos quais 13% são crianças. Já foram
adquiridas, ao abrigo do abem: 1.654.465 embalagens de medicamentos desde o seu início, em maio de 2016*.
A avaliação de Impacto social do projeto, segundo a metodologia SROI – Retorno Social do investimento – revela que
o Programa gerou nos dois primeiros anos um retorno social de 6,9 milhões de euros, mostrando que cada euro
investido teve um impacto social valorizado em 7,8 euros.


* Dados referentes ao mês de abril de 2022

Categorias:AGENDA, Algarve, Saúde