Algarve

ALGARVE | Prof.ª Dr.ª Maria João Bebianno distinguida com Medalha de Mérito Científico

Professora Doutora Maria João Bebianno recebendo a distinção da Ministra da Ciência e Tecnologia e Ensino Superior

A Ministra da Ciência e Tecnologia e Ensino Superior, Professora Doutora Elvira Fortunato, atribuiu à Professora Doutora Maria João Bebianno, Diretora do Centro de Investigação Marinha e Ambiental (CIMA) da Universidade do Algarve, a Medalha de Mérito Científico.

A Professora Maria João Bebianno, Diretora do Centro de Investigação Marinha e Ambiental (CIMA) da Universidade do Algarve foi distinguida com a Medalha de Mérito Científico, um Galardão que reconhece individualidades pelas elevadas qualidades profissionais e de cumprimento de dever e contributo para o desenvolvimento científico em Portugal.

A entrega da distinção decorreu ontem na Sessão de Abertura do Encontro Ciência2022, que se realiza até 18 de maio na Feira Internacional de Lisboa, no qual se comemoram os 25 anos da Fundação da Ciência e da Tenologia e o Dia Nacional dos Cientistas –  aniversário do nascimento do Professor Mariano Gago, distinto algarvio que serviu Portugal como Professor Catedrático do Instituto Superior Técnico da Universidade de Lisboa e Ministro da Ciência, da Tecnologia e do Ensino Superior, de 1995 a 2002 e de 2005 a 2011.

A Presidência da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) do Algarve saúda a Professora Maria João Bebianno por esta distinção, que honra a sua carreira académica e científica e prestigia a Universidade e a Região do Algarve.

Maria João Bebianno é licenciada em Engenharia Química – Ramo de Química e Processos (1974) pelo Instituto Superior Técnico. Doutorada em Ecotoxicologia Marinha pela Universidade de Reading (Reino Unido) (1990) e obteve o título de Agregado na Universidade do Algarve (1999).

É Professora Catedrática Jubilada da Universidade do Algarve, onde exerceu atividade pedagógica na Faculdade de Ciências e Tecnologia, sendo responsável por diversas disciplinas no domínio das Ciências do Mar e Ambiente ao nível da Licenciatura e Mestrado. Foi diretora do Curso de Engenharia do Ambiente e diretora do Curso de Ciências do Mar e do curso de Gestão Marinha e Costeira e do Departamento de Ciências da Terra do Mar e do Ambiente. Membro do Conselho Geral, exerceu vários cargos de gestão universitária, nomeadamente vice-presidente e presidente do Conselho Diretivo da Unidade de Ciências e Tecnologia dos Recursos Aquáticos, membro da Assembleia de Representantes da Unidade de Ciências e Tecnologia dos Recursos Aquáticos e da Faculdade de Ciências do Mar e do Ambiente, presidente do Conselho Diretivo da Faculdade de Ciências do Mar e do Ambiente, membro da Assembleia Estatutária da Faculdade de Ciências e Tecnologias e membro do Senado e da Assembleia da Universidade.

Exerceu funções no Instituto Nacional de Investigação das Pescas (atual IPMA), onde foi responsável pela Divisão da Cooperação Técnico-Científica (1980-1983), e funções científicas e técnicas no Polígono de Acústica Submarina dos Açores (1974-1976). Foi ainda membro da Comissão Nacional Contra a Poluição do Mar (1976-1983).

A nível internacional integrou a Delegação Portuguesa que negociou a Convenção das Nacões Unidas sobre o Direito do Mar das Nações Unidas (1978-1981). Foi membro da Delegação Portuguesa à Convenção de Oslo e Convenção de Paris (atualmente com a designação de OSPAR), e de Barcelona, do Conselho Internacional da Exploração do MAR (ICES) (1976-1980) e da Comissão Intergovernamental da UNESCO (COI) (1976-1983, 1996-2008). Atualmente, integra desde 2016o grupo de peritos da ONU que avalia o estado do ambiente marinho (Group of Experts of the Regular Process for Global Reporting and Assessment of the State of the Marine Environment including Socio Economic Aspects).

Desenvolve investigação no Centro de Ciências do Mar e Ambiente (CIMA), onde é responsável por diversos projetos de investigação financiados a nível nacional e pela União Europeia na área de Ecotoxicologia Marinha, da qual foi pioneira em Portugal, com especial ênfase no estudo do impacto de poluentes orgânicos e inorgânicos e seus efeitos em espécies de contaminação ambiental e pela aplicação da análise proteómica ao efeito de contaminantes ambientais em sistemas biológicos. Tem orientado sete Pós-Doutorados e alunos de Doutoramento (17 concluídas e 2 em curso, um dos quais em co-orientação). É autora de diversas publicações em Revistas Científicas com referee (182) (h-37) e editora de vários livros e capítulos de livros.

É membro de diversas sociedades científicas e profissionais nacionais e estrangeiras (Sociedade de Geografia de Lisboa, Sociedade Portuguesa de Química, Marine Biological Association of the United Kingdom, SETAC, SECOTOX, SICTA). Entre 2015 e 2019, foi presidente da Associação Portuguesa das Mulheres Cientistas (AMONET), onde já havia exercido as funções de presidente da Assembleia Geral.

Categorias:Algarve