Ambiente

LOULÉ | EB2/3 Padre Cabanita instala sistema de tratamento de águas residuais para rega

No âmbito de uma candidatura à primeira edição do concurso “Eficiência Hídrica na Escola”, foi recentemente concluída a instalação de um sistema de tratamento de águas residuais na Escola EB2/3 Padre João Coelho Cabanita, em Loulé, para posterior aproveitamento da água residual tratada (ou água para reutilização) na rega dos espaços cultivados da escola.

A valorização e o aproveitamento daquilo que de outra forma seria um resíduo terão aqui uma dupla função. Por um lado, este sistema permitirá recorrer a uma origem de água alternativa, mas perfeitamente adequada ao uso que se lhe pretende dar, contribuindo para reduzir o consumo de água da rede pública de distribuição na escola. Por outro, o facto de se tratar de uma comunidade escolar envolvida na reutilização de água irá potenciar a consciencialização para uma crescente – e preocupante – tendência de escassez das disponibilidades de água na nossa região e para a necessidade de olhar de outro modo para este recurso precioso e para as formas como é utilizado na vida diária.

De referir que a Escola EB2/3 Padre Cabanita conta com vários espaços plantados com olival e outras árvores de fruto, espécies aromáticas e ornamentais e uma horta pedagógica, numa extensão de muitas centenas de metros quadrados onde os alunos dos cursos de educação e formação em “Operador de Campos de Golfe” trabalham e adquirem novas competências.

Próximo desta área, existem uns balneários que dão apoio às atividades desportivas que se realizam no campo de jogos com relva sintética aí situado e que têm uma utilização intensiva, passando por lá semanalmente cerca de 100 alunos e 215 atletas.

Recorde-se que, no âmbito do Plano Regional de Eficiência Hídrica do Algarve, a Agência Portuguesa do Ambiente – Administração da Região Hidrográfica do Algarve (APA) promoveu, em 2021, a primeira edição do concurso “Eficiência Hídrica na Escola”, ao qual a Câmara Municipal de Loulé concorreu com três candidaturas conjuntas: a Escola Secundária de Loulé, a EB 2, 3 Padre João Coelho Cabanita e a Escola Profissional Cândido Guerreiro.

Todas elas foram reconhecidas pelo júri do concurso que as distinguiu, respetivamente, com um 1º prémio na categoria ‘Desempenho’ e um 2º e um 3º prémios na categoria ‘Monitorização’. As verbas associadas a cada candidatura tendo em vista a execução das intervenções e iniciativas às quais se propuseram são, respetivamente, de €15.000,00, €10.000,00 e €5.000,00.

Em visita à Escola onde foi instalado este sistema “amigo do ambiente”, no passado dia 19 de maio, numa ação inserida na Semana do Clima, o vereador Carlos Carmo reforçou que “as iniciativas que integram estas três candidaturas são um sinal prático da concretização da política de ação climática e de salvaguarda ambiental que se encontra em curso”.

Categorias:Ambiente, Loulé