Desporto

QUARTEIRA | José Pedro Pinto garante pole-position e vitória no Campeonato de Portugal Rotax

Jovem piloto do Algarve destaca-se em Braga na categoria Micro Academy

Na quarta prova do Campeonato de Portugal Rotax, disputada este fim de semana no famoso Kartódromo Internacional de Braga, José Pedro Pinto conquistou a pole-position e venceu a Final 1. Contudo, o jovem piloto quarteirense deparou-se com dois azares mecânicos nas Finais 2 e 3, que o impediram de fazer o pleno de vitórias, tal como tinha conseguido na jornada
anterior, realizada no Kartódromo Internacional da Região Oeste, no Bombarral. Mas, mais uma vez, José Pedro Pinto mostrou o seu talento.

José Pedro Pinto cumpriu apenas a sua segunda prova na competição e ainda em fase de adaptação a uma série de situações: ao motor Rotax, ao chassis Kart Republic, aos pneus Mojo, à pista de Braga e à equipa Júnior Racing Team, que vendo o talento do jovem piloto natural de Quarteira (Loulé), ‘desafiou-o’ a correr no outro campeonato de Portugal de karting, sob a égide da Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting (FPAK).

Há um mês e meio, na sua estreia absoluta a competir no Campeonato de Portugal Rotax, no traçado do Bombarral, José Pedro Pinto dominou por completo a categoria Micro Academy, já que para além de ter garantido a poleposition, venceu as três Finais e somou a pontuação máxima, pois também rubricou a volta mais rápida nas três corridas.

Este fim de semana, no traçado bracarense, a mais de 600 quilómetros da sua terra natal, José Pedro Pinto poderia ter repetido o êxito que obteve na pista da região oeste, dado que voltou a conquistar a pole-position a venceu a Final 1.Contudo, o jovem piloto algarvio deparou-se com dois azares mecânicos nas Finais 2 e 3, que o impediram de fazer o pleno de vitórias. Na Final 2, após um toque de um adversário, José Pedro Pinto foi forçado a abandonar, dado que o embate que o seu kart sofreu fez com que a corrente saltasse e, na Final 3, a vela do motor ‘isolou’ e foi novamente forçado a desistir. Um fim de semana agridoce, pois face à rapidez mostrou, tudo indicava que também poderia teria ganho as Finais 2 e 3. “Estava rápido e se não fossem esses dois azares, penso que ganharia novamente as corridas todas”, referiu José Pedro Pinto

Categorias:Desporto, Quarteira