AGENDA

LOULÉ | Proteção Civil debatida com a presença de Secretária de Estado

VIII Seminário “A Proteção Civil e a Comunidade

A Secretária de Estado da Proteção Civil, Patrícia Gaspar, é uma das presenças confirmadas para o VIII Seminário “A Proteção Civil e a Comunidade”, fórum que, no dia 13 de outubro, no Cineteatro Louletano, irá debater na cidade de Loulé uma matéria fundamental para as sociedades atuais.

Realizado bianualmente, desde 2007, o Seminário está de volta após um interregno de 3 anos devido ao contexto pandémico e integra, uma vez mais, o Dia Internacional para a Redução de Catástrofes, efeméride que o Municipio irá destacar.

O tema do Seminário pretende refletir a intenção de englobar “todos” neste evento, sejam os agentes e serviços de proteção civil, entidades e serviços cooperantes, juntas de freguesia, comunidade escolar, mas também – e sobretudo – a comunidade em geral, tornando este o único evento do género que se realiza na região algarvia. 

O evento procura abordar vários temas relacionados com a proteção civil, da questão da prevenção e planeamento, às alterações climáticas, ou aos riscos coletivos, visando preparar um território mais resiliente, aproximando o conhecimento científico à operacionalidade.   

O autarca Vítor Aleixo e a representante governamental, Patrícia Gaspar, farão a sessão de abertura.

Para introduzir a estratégia internacional para a redução de catástrofes, Luis Carvalho, coordenador do projeto “Cidades Resilientes”, irá falar sobre a Plataforma Nacional para a Redução do Risco de Catástrofe. De seguida será Helena Monteiro, coordenadora da iniciativa “Construindo Cidades Resilientes 2030”, que traz a lume o papel das Nações Unidas para a redução do risco de desastres.

O Seminário conta com a presença de Susana Gonçalves, coordenadora do Serviço Municipal de Proteção Civil e Ação Climática de Matosinhos, que irá falar do trabalho desta entidade.

A relação entre o clima e a proteção civil vai estar em destaque pela voz de Carlos da Câmara, do Instituto Dom Luis da Faculdade de Ciências de Lisboa, enquanto que Manuel João Ribeiro, docente e investigador do Instituto Superior de Educação e Ciências de Lisboa, irá falar dos desafios que se colocam à Proteção Civil Municipal.

Os painéis da tarde arrancam com Carlos Sousa Oliveira, do Instituto Superior Técnico da Universidade de Lisboa, a trazer um caso prático: os Planos de Evacuação para zonas ameaçadas por tsunami – o caso de Loulé. O consultor na área da Engenharia de Segurança Eletrónica, Carlos Nobre, fará uma apresentação sobre a segurança integrada em edifícios.

  Os dois últimos oradores trazem ao seminário uma matéria que cada vez mais preocupa as populações, os incêndios florestais.

Rui Almeida, do Comando Nacional da Força de Sapadores Bombeiros Florestais – ICNF, abordará o papel destas equipas no futuro. Já Emanuel Oliveira, consultor na área dos riscos naturais e incêndios florestais, fará uma apresentação sobre a problemática do fogo na gestão da paisagem.

Está ainda previsto um painel de debate dos intervenientes e público. A sessão de encerramento estará a cargo do vereador do Município de Loulé com os pelouros da Proteção Civil, Bombeiros, Ambiente e Alterações Climáticas, Carlos Carmo.  

O Dia Internacional para a Redução do Risco de Catástrofes assinala-se anualmente a 13 de outubro, com o intuito de consciencializar os decisores políticos e os cidadãos para a implementação de políticas públicas que evitem ou mitiguem a ocorrência de catástrofes.

Categorias:AGENDA, Loulé