Loulé

Município de Loulé congratula-se com atribuição de Globo de Ouro a Dino d’Santiago

Dino D’Santiago foi distinguido este domingo com um Globo de Ouro na categoria de “Melhor Intérprete” e a Câmara Municipal de Loulé endereça as felicitações ao músico quarteirense pela conquista de mais este prémio.

Dino d’Santiago e Vitor Aleixo

“O Dino é um orgulho para todos nós, um dos mais prestigiados filho desta terra, com um percurso artístico assinalável mas que, também do ponto de vista humano, se tornou um modelo e uma referência sobretudo para os jovens, por todos os valores e mensagens que transmite e pela perseverança que tem tido para alcançar os seus sonhos. Por outro lado, num território onde convivem mais de 50 nacionalidades, Dino D’Santiago é hoje o principal exemplo – e seguramente o mais mediático – da riqueza do multiculturalismo deste concelho que tem dado muitos frutos nas diferentes áreas, da música, ao desporto, do teatro ao cinema, da medicina à política. Parabéns, Dino!”, refere Vítor Aleixo, presidente da Autarquia.

Criador, músico, compositor, cartoonista e ativista pelas artes e culturas do Mundo, Dino D’Santiago nasceu a 13 de dezembro de 1982, em Quarteira, oriundo de uma família cabo-verdiana (os seus pais são naturais da Ilha de Santiago).

É um dos mentores do movimento sociocultural “Sou Quarteira” e tem sido uma inspiração para os jovens desta cidade. Apesar da sua vida profissional bastante preenchida que o tem levado a outras paragens, não esquece a sua terra e continua a ser uma presença constante em Quarteira e a apoiar o desenvolvimento da cidade que o viu nascer. Tal como referiu na gala dos Globos de Ouro, o artista está agora empenhado em promover o projeto SIC (Sucesso, Inclusão e Cidadania) na Escola Secundária Drª Laura Ayres – aquele que foi o seu espaço de aprendizagem e que é uma das escolas com mais nacionalidades em todo o país.

Ao longo dos anos de carreira vagueou pelos espaços da música urbana globalizada através de várias aventuras como a Soul, R&B e Hip-Hop, mas foi sobretudo na última década, com o lançamento do álbum “Eva” (2013), depois de uma viagem a Cabo Verde num reencontro com as suas raízes, que a sua carreira tomou um novos caminhos.

É hoje uma voz do mundo e da mistura. Trabalha a tradição cabo-verdiana com o peso contemporâneo da eletrónica global, como prova o hino “Kriolu”, com a colaboração de Julinho KSD e produção de Branko. Já pisou palcos como o do Super Bock Super Rock (Sesimbra), NOS Primavera Sound (Porto), MED (Loulé), FMM (Sines), entre muitos outros. Ao lado de Branko, protagonizou um momento único na Avenida da Liberdade para assinalar o 25 de Abril, em plena pandemia, quando o País se encontrava em confinamento.

Embaixador da música de Cabo Verde, Dino D’Santiago é um dos principais rostos do movimento cultural “Lisboa Criola” e, sem dúvida, um nome incontornável da atual música portuguesa.

Este Globo de Ouro vem juntar-se a muitas outras distinções que o artista tem tido ao longo da sua carreira, com destaque para os Prémios Play (Melhor Álbum, Melhor Artista solo e Prémio da crítica, em 2019; Melhor Álbum, Melhor Artista Masculino e Prémio da Crítica, em 2021; Melhor Artista Masculino e Prémio da Crítica, em 2022), nomeação para o MTV Europe Music Award para Melhor Artista Português em 2020,

Cabo Verde Music Awards (Melhor Álbum Acústico e Melhor Batuko, em 2014, e já este ano, Melhor Música Tradicional);  Considerado pela MOST INFLUENTIAL PEOPLE OF AFRICAN DESCENT, um dos Afrodescendentes mais influentes em termos globais de 2021, com o apoio das Nações Unidas, e colocado entre as personalidades negras mais influentes da lusofonia, listadas na PowerList100 criada pela revista Bantumen com o apoio de várias entidades. Em 2021, foi distinguido pelo Município de Loulé com a Medalha de Mérito – Grau Ouro na Cerimónia dos Agraciados.

Categorias:Loulé, Quarteira