Algarve

ALGARVE | Faro e VRSA são as únicas autarquias com Boas Práticas Familiares

O Observatório das Autarquias Familiarmente Responsáveis revelou hoje os trinta e cinco municípios portugueses distinguidos com o título “Autarquia +Familiarmente Responsável 2012″(ver lista abaixo).

Este reconhecimento resulta de um inquérito realizado a nível nacional ao qual responderam 103 autarquias (mais 29 que na última edição) e onde foram analisadas as políticas de família dos municípios em dez áreas de actuação: apoio à maternidade e paternidade; apoio às famílias com necessidades especiais; serviços básicos; educação e formação; habitação e urbanismo; transportes; saúde; cultura, desporto, lazer e tempo livre; cooperação, relações institucionais e participação social; e outras iniciativas. São ainda analisadas as boas práticas das autarquias para com os seus funcionários autárquicos em matéria de conciliação entre trabalho e Família.

«Hoje, mais do que nunca, as políticas de apoio à família, são essenciais. Na crise que atravessamos, nos dias difíceis que estamos a viver e que vão agravar-se, as redes familiares amortecem as consequências do desemprego, da perda de habitação, do empobrecimento. As políticas de apoio à família mais eficazes, são as de proximidade», afirma Margarida Neto, membro do Observatório. «Esse é o desafio que as Autarquias têm cada vez mais pela frente. Conhecedoras e atentas aos problemas reais, têm por isso mesmo mais capacidade de intervenção. Este prémio faz realçar as melhores práticas. E nesse reconhecimento, a possibilidade de incentivar outras», conclui.

A cada município vencedor irá ser entregue a bandeira verde da iniciativa «Autarquia + Familiarmente Responsável 2012» numa cerimónia a ter lugar no próximo dia 24 de Outubro, pelas 17h no Auditório Nacional dos Municípios, em Coimbra.

Os dados recolhidos através dos inquéritos encontram-se disponíveis no site do Observatório, em www.observatorioafr.org, permitindo a todos os interessados ficar a conhecer o trabalho desenvolvido pelos municípios vencedores, bem como dos restantes participantes. São membros do Observatório, a Dra. Alexandra Alexandre, Dra. Ana Cid Gonçalves, Dr. Carlos Seixas da Fonseca, Prof. Doutora Eugénia Gamboa, Dra. Fátima Carioca, Dra. Fátima Fonseca, Dra. Margarida Neto, Prof. Doutora Mª José Lucena e Vale, Dra. Maria do Rosário Carneiro, Prof. Doutora Maria Teresa Ribeiro.

Lista das Autarquias vencedoras 2012:

Câmara Municipal de Abrantes

Câmara Municipal de Águeda

Câmara Municipal de Amadora

Câmara Municipal de Angra do Heroísmo

Câmara Municipal de Boticas

Câmara Municipal de Cantanhede

Câmara Municipal de Cascais

Câmara Municipal de Coimbra

Câmara Municipal de Estarreja

Câmara Municipal de Évora

Câmara Municipal de Faro

Câmara Municipal de Funchal

Câmara Municipal do Fundão

Câmara Municipal de Guarda

Câmara Municipal de Lisboa

Câmara Municipal de Loures

Câmara Municipal da Lousã

Câmara Municipal da Mealhada

Câmara Municipal de Mértola

Câmara Municipal de Miranda do Corvo

Câmara Municipal de Montijo

Câmara Municipal de Oeiras

Câmara Municipal de Póvoa de Lanhoso

Câmara Municipal de Praia da Vitória

Câmara Municipal de Santarém

Câmara Municipal de Seia

Câmara Municipal de Sintra

Câmara Municipal de Torres Novas

Câmara Municipal de Torres Vedras

Câmara Municipal de Vieira do Minho

Câmara Municipal de Vila de Rei

Câmara Municipal Vila Franca de Xira

Câmara Municipal de Vila Nova de Foz Côa

Câmara Municipal de Vila Real

Câmara Municipal de Vila Real de Santo António

As outras autarquias do Algarve que responderam ao inquérito foram:

  • Câmara Municipal de Castro Marim
  • Câmara Municipal de Tavira
  • Câmara Municipal de Aljezur
  • Câmara Municipal de Lagoa

Sobre o Observatório das Autarquias Familiarmente Responsáveis

A Associação Portuguesa de Famílias Numerosas iniciou, em Janeiro de 2002, uma colaboração com as autarquias no sentido da construção de uma Política Autárquica de Família. Na sequência deste trabalho, a APFN decidiu alargar-se para um novo conceito: as AFR – Autarquias Familiarmente Responsáveis. Partindo deste novo modelo, a partir de 2007 procedeu à realização de inquéritos  junto dos municípios do país com vista a um levantamento exaustivo das boas práticas existentes. Após esse trabalho, a APFN criou um Observatório de Autarquias Familiarmente Responsáveis (OAFR) e é nesse seguimento que, remetendo ao evento deste ano, se realiza a 4ª edição da iniciativa «Autarquia + Familiarmente Responsável».

Associação Portuguesa de Famílias Numerosas

Categories: Algarve, Nacional

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.