Loulé

QUARTEIRA | Criança sem almoço: mãe diz que dívida era de 73 cêntimos

Mãe diz que não pagou porque secretaria da escola estava fechada

A mãe da criança que ficou sem almoço numa escola de Quarteira explicou a dívida que levou a diretora do estabelecimento a impedir a menina de cinco anos de almoçar no refeitório. Segundo adiantou Teresa Francisco ao «Correio da Manhã», a dívida em causa é de 73 cêntimos.

A progenitora explica que não pagou o almoço porque à hora que saiu do trabalho «a secretaria da escola já está fechada».

«Trabalho das 09:00 às 17:00 e pediram-me para ir buscar a minha filha às 11:30. Eu avisei que estava a trabalhar e não podia mesmo ir buscá-la. No dia seguinte, tive de pedir a uma colega para ir lá pagar a dívida», explicou.

A mãe confirma que a criança não almoçou com os colegas e que apenas comeu uma sandes. «É humilhante porque os colegas foram almoçar ao refeitório e ela ficou na sala a comer uma sandes», disse.

A criança está inserida no escalão B e só paga metade do almoço, que custa 1,46 euros. «A minha filha não almoçou apenas por 73 cêntimos», lamentou.

iOl

Categories: Loulé

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.