Ocorrências

LOULÉ | Operação policial da GNR dá frutos

Militares do Núcleo de Investigação Criminal da Guarda Nacional Republicana de Loulé, em colaboração com militares do Destacamento de Intervenção da Guarda Nacional Republicana de Faro, levaram a cabo no decorrer do presente mês uma operação policial, realizada em duas fases, que culminou com a detenção de dois cidadãos, de 32 e 44 anos de idade, indiciados pelo crime de tráfico de estupefacientes e tráfico de armas.

No âmbito de inquérito que há alguns meses corria trâmites naquele Núcleo, foi realizada no início do mês uma primeira busca domiciliária a uma residência localizada em Estoi – Faro, pertencente a um indivíduo referenciado por tráfico de estupefacientes e que se encontrava em permência ilegal em território nacional.

Nesse contexto, foi apreendido produto estupefaciente suficiente para 217 doses individuais de cocaína, 130 euros em moeda do BCE, objetos de acondicionamento do produto estupefaciente e 06 telemóveis, para além de vários objetos furtados, onde se incluem um TV LCD, um IPOD, um computador portátil e diversas garrafas de bebidas alcoólicas.

Em complemento da ação inicial, foi realizada no dia de ontem, 17 de abril, busca domiciliária a uma outra residência, localizada em Almancil, bem como a uma viatura, da qual resultou a apreensão de produto estupefaciente suficiente para 30 doses individuais de haxixe, 1354 munições de vários calibres e 03 telemóveis, para além de embalagens de redrate (produto de corte) e 01 taco de basebol preparado como arma de agressão.

Os dois indíviduos tinham ligações no negócio do tráfico de estupefacientes, atuando em Estoi e Almancil e dedicando-se ainda à receptação de objectos furtados.

O indivíduo detido ontem na posse das munições e cartuchos, de 44 anos de idade, não tem qualquer licença para o efeito nem tão pouco qualquer autorização para comercializar armamento ou munições, estando a ser presente no dia de hoje ao Tribunal Judicial da Comarca de Loulé.

Ao indivíduo detido no início do mês, de 32 anos de idade, foi-lhe aplicado como medida de coação a prisão preventiva, pelo Tribunal Judicial da Comarca de Loulé.

O Oficial responsável pela comunicação do Comando Territorial de Faro, Ten-Cor Infª José Alberto Ferreira de Azevedo Palhau

Categories: Ocorrências

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.