Albufeira

Electricidade dentro de água

zoomarine

Há coisas que não se misturam – e desde crianças que nos ensinam que água e electricidade não “casam” bem… Uma pode dar origem à outra – mas há regras muito urgentes a aprender quando se necessita que uma e outra convivam lado a lado. Pois é isso que o Zoomarine e a DailyWork pretendem mudar, garantindo a que a produção de electricidade ajuda a reforçar e melhorar o conhecimento que temos de muitas espécies marinhas. E tudo será formalizado amanhã, dia 07 de Maio, no Zoomarine, num evento especial, que começará às 12 horas.

A ideia é simples – mas o desafio é enorme: como seguir, mar adentro, a progressão de focas e tartarugas, aves e golfinhos, baleias e peixes? E como conseguir que o investimento de centenas (ou até mesmo de milhares) de euros em equipamentos de telemetria e afins não se perca rapidamente quando as mini-baterias que alimentam tais equipamentos electrónicos chegam ao fim da sua vida útil?

Pois é precisamente isso que o Zoomarine e a DailyWork querem resolver, criando soluções tecnologicas que, de uma forma rápida e barata, leve e duradoura, permita uma vida quase eterna a tais equipamentos. E tal passará por criar soluções tecnológicas energeticamente auto-suficientes, que aproveitem o sol, as correntes, o vento, a profundidade e/ou o gradiente de temperatura dos mares e oceanos para produzir a energia necessária ao funcionamento, quase ad eternum, de tais aparelhos electrónicos, que tão sensíveis, úteis, frágeis e caros podem ser…

Desta forma, amanhã o Zoomarine e a DailyWork formalizam, através da assinatura de um Convénio de Cooperação, o início de tal aventura tecnológica e científica.

Verdade seja dita, tal cooperação começou ainda em 2012… – mas esse é um segredo que fica entre nós. Porque, o que realmente interessa, é descobrir alguns dos ainda presentes segredos da natureza – tal como saber para onde nadam tartarugas, a que profundidade mergulham os golfinhos, a que velocidade nadam baleias, a que altura voam aves marinhas, et cetera. Para tal, precisamos de tecnologia; e para que esta funcione, precisamos de energia; e para que esta exista, precisamos da DailyWork; e para que esta possa testar e optimizar tal tecnologia e tais soluções, precisamos das colecções zoológicas do Zoomarine.

Esse passo já foi dado. E, assim, amanhã vamos dar nova energia à investigação tecnológica do Zoomarine. E, por isso, o dia de amanhã vai ser um muito bom dia – um dia carregado de nova energia… aquática!

Élio Vicente

Categories: Albufeira

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.