Loulé

QUARTEIRA | Pólo da Biblioteca Municipal inaugurado esta manhã

A cidade de Quarteira assinala hoje o seu 14º aniversário e um dos pontos altos das iniciativas comemorativas teve lugar ao final da manhã, com a inauguração do Pólo da Biblioteca Municipal de Loulé nesta cidade.

Este novo espaço cultural de Quarteira localiza-se na antiga sede da Junta de Freguesia, na Rua Gonçalo Velho. O fundo documental do Pólo é composto por 6 mil livros e 3 mil CDs e DVDs e divide-se nas seguintes áreas: setor infanto-juvenil (onde serão desenvolvidas diversas atividades, nomeadamente com as escolas), receção, 10 mesas com computadores com ligação à internet (aqui serão promovidos cursos de internet sénior e internet social), espaço para leitura de periódicos (jornais e revistas), sector de audiovisuais e sector de adultos.

O Pólo de Quarteira faz parte da rede concelhia que integra igualmente a Biblioteca Municipal de Loulé e o Pólo de Salir (Biblioteca José Viegas Gregório), estando para breve a criação de um outro Pólo em Almancil.

A leitura dos livros pode ser feita no local ou através de empréstimo para consulta domiciliária. Os serviços da Biblioteca asseguram que qualquer livro que faça parte da rede chegue às mãos do leitor.

Tal como acontece com Loulé e Salir, o Pólo de Quarteira terá uma programação mensal que irá abarcar diversas iniciativas como a apresentação de livros, conferências ou o Clube de Leitura.

O horário de funcionamento é de segunda-feira a sábado, das 9h00 às 20h00.

Segundo o presidente da Câmara Municipal de Loulé, este espaço “é bem demonstrativo do valor que a Cultura, a Educação, a Leitura e o Conhecimento têm nos nossos dias pois num período em que são as questões financeiras que comandam tudo, as pessoas estão cada vez mais sensíveis a estas áreas”.

Apesar de esta Biblioteca ter sido erguida num espaço requalificado, o autarca acredita que no futuro Quarteira poderá ter uma Biblioteca feita de raiz.

Já o presidente da Junta de Freguesia, José Coelho Mendes, sublinhou que “esta era uma antiga aspiração da população, que irá agora transformar-se num espaço cultural para Quarteira”.

Refira-se que neste momento inaugural, João Carlos Santos, jovem investigador de História local, apresentou ao seu segundo livro sobre a sua cidade natal. “Quarteira, um pequeno centro cosmopolita” aborda a história da cidade, antiga vila piscatória, nos séculos XIX e XX.

A obra, que é um documento de grande valor para o conhecimento mais profundo de Quarteira, divide-se em cinco capítulos: enquadramento histórico de Quarteira no século XIX e princípio do século XX, onde o autor faz uma abordagem ao Morgado de Quarteira; a 1ª República e a sua influência em Quarteira; a criação da Freguesia (1916) e a instalação da Junta e da Assembleia de Freguesia (1918); a afirmação do turismo em Quarteira e a Junta de Turismo; e o grande boom do desenvolvimento turístico e o crescimento de Vilamoura.

Alunos distinguidos

À semelhança do que tem acontecido nos últimos 12 anos, a Junta de Freguesia distinguiu os alunos das escolas da freguesia que se destacaram no seu percurso escolar. Este ano foi atribuído o Reconhecimento do Mérito Escolar a Leonardo Correia (Escola D. Dinis), Bernardo Estêvão (Escola Secundária Drª Laura Ayres) e Ana Cláudia dos Santos (Escola Secundária Drª Laura Ayres).

O autarca louletano enalteceu o esforço destes jovens “que se distinguiram pela sua competência, inteligência e trabalho e que devem ser referenciados para que outros vejam neles um exemplo de que vale a pena”.

A título de balanço do trabalho realizado em Quarteira, Seruca Emídio sublinhou que “muita coisa foi feita e que Quarteira está hoje muito melhor”. Anunciou ainda que em setembro terá início a requalificação da frente mar entre Quarteira e Vilamoura, que trará grande impacto económico e social para a cidade.

CM-Loulé

Categories: Loulé

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.