Olhão

Reforço de populações de cágado-de-carapaça-estriada

Ação inédita em Portugal ajuda a salvar esta espécie ameaçada de extinção

Cágado-de-carapaça-estriada

Cágado-de-carapaça-estriada

 

A reprodução em cativeiro do cágado-de-carapaça-estriada (Emys orbicularis), uma espécie considerada Em Perigo de extinção em Portugal, é um dos objetivos do Projeto LIFE+ Trachemys, que se iniciou em 2011, em resultado de uma parceria entre o CIBIO, o Parque Biológico de Gaia e a Associação ALDEIA/RIAS, em Portugal, e a Generalidade Valenciana e a empresa Vaersa, em Espanha. Em resultado desta ação nasceram já 73 crias de diferentes posturas desta espécie nas instalações do RIAS-Olhão (Centro de Recuperação e Investigação de Animais Selvagens) e 13 no Parque Biológico de Gaia, aumentando assim a esperança de fortalecer as populações em declínio desta espécie. As fêmeas grávidas foram capturadas nas 4 áreas de atuação do Projeto na Ria Formosa, no âmbito das ações de captura de Tartarugas da Flórida, uma espécie exótica invasora estabelecida recentemente em Portugal. Após a confirmação das posturas em instalações desenvolvidas para esse fim, as fêmeas foram devolvidas à natureza nos mesmos locais onde haviam sido capturadas. Estes nascimentos em cativeiro têm como objetivos aumentar a reduzida taxa de sobrevivência dos animais nos primeiros anos de vida e reforçar as populações selvagens desta espécie. Os resultados obtidos representam já o equivalente a um acréscimo de cerca de 1/3 da população total existente nas lagoas abrangidas pelo Projeto. Os indivíduos nascidos foram mantidos em cativeiro durante 2 anos, de forma a evitar a fase mais crítica de sobrevivência na natureza e minimizar o perigo de predação a que estes animais estão sujeitos. A libertação dos primeiros 40 indivíduos nascidos em cativeiro decorrerá, pela primeira vez em Portugal, no próximo dia 12 de Junho de 2013 nas lagoas de onde os progenitores foram provenientes: Lagoa de São Lourenço, Quinta do Lago Sul, Dunas Douradas e Garrão, todas situadas em Almancil, Loulé. A libertação dos primeiros animais decorrerá às 10:30 na Lagoa de São Lourenço, junto ao observatório de aves, estando convidada toda a comunicação social para acompanhar este ato, bem como todas as entidades envolvidas neste projecto.

Sobre o Projeto LIFE+ Trachemys O Projeto LIFE+ Trachemys “Estratégias e técnicas demonstrativas para a erradicação de cágados invasores” é co-financiado pelo Programa LIFE+ Biodiversidade, um instrumento financeiro para a conservação e proteção da natureza na União Europeia, que visa desenvolver projetos inovadores ou de demonstração que contribuam para a concretização do objetivo de “travar a perda de biodiversidade”. O Projeto, com uma duração de 3 anos, tem como foco principal avaliar a situação atual e impacto das populações de Tartaruga da Flórida (Trachemys scripta) e o desenvolvimento e teste de diferentes métodos de captura em 4 zonas húmidas de Portugal (Ria Formosa) e 13 em Valência, Espanha. Esta espécie invasora tem-se estabelecido em diferentes zonas húmidas nacionais, fruto da libertação destes animais de estimação em meios naturais, com fortes impactos negativos na fauna autóctone.

RIAS

 

Categories: Olhão

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.