Albufeira

Município na conferência sobre projeto SECOA

Albufeira marcou presença na Conferência Internacional “Human Mobility and Urban Growth in Coastal Areas – conflict mitigation and spatial resilience”, que decorreu nos dias 17 e 18 de junho, em Lisboa.

O evento surge no âmbito do projeto SECOA – Solutions for Environmental Contrasts in Coastal Areas, que o Município de Albufeira integra na qualidade de End User, juntamente com o Município do Funchal, e outras entidades regionais, como a CCDR Algarve.

A autarquia albufeirense integrou a mesa redonda da conferência que versou sobre a temática “Visions and Pathways”, partilhando com os restantes End User nacionais os problemas, desafios e expetativas inerentes à participação no projeto.

Na sequência da reunião portuguesa acerca do SECOA, parte da equipa rumou a Albufeira, onde teve a oportunidade de visitar toda a costa concelhia. Entre os participantes, destaque para o coordenador científico do projeto, professor Armando Montanari da Universidade Sapienza de Roma, e o coordenador nacional, professor José Manuel Simões do Instituto de Geografia e Ordenamento do Território da Universidade de Lisboa. A visita foi acompanhada pelo vereador José Sequeira, titular do pelouro do Ambiente, que se congratulou com a participação de Albufeira neste projeto e com os resultados que dele poderão advir, nomeadamente ao nível da gestão e conservação da zona costeira, bem como da mitigação e prevenção de riscos sobre a costa.

Recorde-se que Albufeira já havia sido palco de uma anterior reunião, em setembro passado, onde estiveram representantes de 14 entidades regionais e seis investigadores do projeto, incluindo o coordenador nacional, José Manuel Simões.

O objetivo destas sessões passa por apresentar soluções de gestão e governância que contribuam para o desenvolvimento sustentável nas cidades abrangidas pelos estudos de caso a realizar em oito países (Portugal, Bélgica, Itália, Reino Unido, Suécia, Israel, Vietname e Índia). Em Portugal, os estudos de caso considerados incidem sobre a Área Metropolitana de Lisboa, o Algarve Oriental, e a Área Urbana/Metropolitana do Funchal. As mudanças climáticas e desastres naturais, a pressão ambiental e gestão sustentada de recursos naturais, a dimensão social, económica e cultural do desenvolvimento urbano em cidades costeiras são alguns aspetos em análise neste estudo.

O SECOA tem uma vigência de 48 meses e uma comparticipação financeira da União Europeia para a totalidade dos países integrantes de 7,7 milhões de euros.

CM-Albufeira

Categories: Albufeira

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *