Ocorrências

ALGARVE | Mais de mil peças de vestuário apreendidas em praias

Operação conjunta da Polícia Marítima, ASAE, SEF e GNR de combate à venda ilegal entre a conhecida Praia dos Tomates, em Albufeira, e a de Vilamoura Poente, já no concelho de Loulé, permitiu também a apreensão de bijutaria, relógios, óculos, bolas de Berlim e até quatro terminais de multibanco. Foram levantadas mais de 40 contraordenações e 18 estrangeiros estão notificados para abandono voluntário do território nacional.

Algum do material apreendido nesta operação

Algum do material apreendido nesta operação

Mais de um milhar de peças de vestuário e outras tantas de bijutaria, 400 relógios, 500 óculos e uma mala contendo, segundo apurou o DN, cerca de três dezenas de bolas de Berlim com falta de condições de conservação foram apreendidas nesta quarta-feira, na área compreendida entre a Praia da Rocha Baixinha Poente (Praia dos Tomates), no concelho de Albufeira, e Vilamoura Poente, já no concelho de Loulé, numa operação conjunta de combate à venda ilegal envolvendo a Polícia Marítima, o Serviço de Estrangeiros e Fonteiras (SEF), a Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) e a Guarda Nacional Republicana, num total de 40 agentes.

De acordo com informações recolhidas pelo DN, entre as peças de vestuário apreendidas encontram-se vestidos, fatos de banho, biquínis e cintos.

No total, “foram fiscalizados 36 vendedores ambulantes, dos quais 33 em situação ilegal”, refere um comunicado emitido pelo comandante dos portos de Portimão e Lagos, Santos Pereira.

A ASAE levantou uma contraordenação por produtos alimentares sem condições de conservação, oito contraordenações por falta de cartão de vendedor ambulante e detetou três crimes por venda e circulação de produtos contrafeitos.

Já o SEF identificou 34 estrangeiros, tendo notificado 18 indivíduos para abandonarem de forma voluntária o território nacional.

Por seu turno, a Polícia Marítima levantou 32 autos de contraordenação em virtude da falta de licença para o exercício da atividade.

Naquela operação, que começou no início desta semana com vigilância prévia das praias, tendo decorrido sem incidentes, os agentes da autoridade apreenderam, ainda, quatro terminais de multibanco utilizados na venda ambulante.

Os arguidos, sujeitos a autos de contraordenação, incorrem no pagamento de coimas com o valor mínimo de 25 euros e no máximo de 2.500 euros.

Fonte: José Manuel Oliveira/DN

Categories: Ocorrências

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.