Albufeira

Carlos Silva e Sousa defende aprofundamento da Rede Social

Candidato do PSD defende que o apoio social deve ser aprofundado, dinamizando o trabalho da Rede Social que congrega as Associações que, no terreno, trabalham junto às pessoas.

rede_social

Carlos Silva e Sousa defende o reforço da atual Rede Social do Concelho de Albufeira. A Rede Social surgiu no âmbito do Conselho Local de Ação Social e inclui um conjunto alargado de serviços e entidades locais que intervêm em termos sociais.

A Rede Social é “um fórum de articulação e congregação de esforços e baseia-se na adesão livre por parte das autarquias e das entidades públicas ou privadas sem fins lucrativos que nele queiram participar”.

A Rede Social trabalha no combate à erradicação da pobreza e da exclusão social, através da articulação entre os diversos organismos públicos e entidades privadas que atuam no domínio social, na área do concelho. O objetivo de Carlos Silva e Sousa passa por reforçar a concertação entre as diversas entidades, com vista a uma intervenção mais dinâmica na prevenção e solução de problemas sociais.

Para Carlos Silva e Sousa “o apoio social trabalha-se de forma, eficiente e discreta, em parceria com as entidades ligadas a esta área”. Para o candidato “não me ouvirão fazer slogans alarmistas nem falar de emergências a este respeito porque entendo que a política social faz-se no terreno, valorizando os profissionais, os voluntários e todas as instituições que trabalham arduamente no apoio ao próximo.” Silva e Sousa acrescenta ainda que “é preciso distinguir que conhece as matérias daqueles que fazem anúncios que dão belas páginas de jornais mas que se revelam ser omissos de qualquer conteúdo e conhecimento de causa áreas. No capítulo social, essa exigência é ainda maior por estar em causa a dignidade das pessoas”. O candidato do PSD à Câmara Municipal de Albufeira refere ainda que “a política de apoio social é uma das marcas do nosso projeto político, está no nosso ADN, e será concretizada com aqueles que estão no terreno, de forma digna e discreta, sem nunca beliscar a dignidade dos nossos concidadãos”.

Refira-se que o Conselho Local de Ação Social de Albufeira conta com os seguintes parceiros: Associação Bombeiros Voluntários de Albufeira; Associação de Apoio à Pessoa Excepcional do Algarve; Associação Humanitária Solidariedade Albufeira; Associação Portuguesa de Apoio à Vítima; Centro de Saúde de Albufeira; Centro Distrital de Solidariedade e Segurança Social de Faro; Centro Paroquial de Paderne; Comissão Proteção de Crianças e Jovens Albufeira; Conferência São José de Ferreiras; Direção Geral de Reinserção Social; DREALG – Direção Regional de Educação do Algarve; Fundação António Silva Leal; GATO – Grupo de Ajuda à Toxicodependentes; IDT – Unidade de Prevenção de Faro; IEFP – Centro de Emprego de Loulé; Freguesia da Guia; Freguesia de Albufeira; Freguesia de Ferreiras; Freguesia de Olhos de Água; Freguesia de Paderne; Movimento de Apoio à Problemática da Sida; Município de Albufeira; NUCLEGARVE – Núcleo dos Motoristas Terras do Algarve; Santa Casa da Misericórdia de Albufeira; Sociedade de S. Vicente Paulo; UGT – Delegação Regional do Algarve.

Núcleo Executivo

Associação de Apoio à Pessoa Excepcional do Algarve; Associação Humanitária Solidariedade Albufeira; Centro de Saúde de Albufeira; Centro Distrital de Solidariedade e Segurança Social de Faro; DREALG – Direção Regional de Educação do Algarve; Fundação António Silva Leal; IEFP – Centro de Emprego de Loulé; Município de Albufeira; Santa Casa da Misericórdia de Albufeira

A direção de campanha

Categories: Albufeira

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *