Loulé

SALIR | Inauguração de Lar e Creche

Este domingo, a população de Salir compareceu em peso para assistir à inauguração de uma das obras mais aguardadas de sempre. Numa freguesia marcada pelo envelhecimento e pela desertificação, a criação do Lar e Creche de Salir, no âmbito de uma candidatura ao Programa PARES – Programa de Alargamento da Rede de Equipamentos Sociais, vem dar resposta a necessidades prementes dos salirenses.

O novo edifício está interligado com o Centro Comunitário de Salir e vai acolher duas valências. No que respeita à Creche, irá permitir uma oferta para 33 crianças, com idades compreendidas entre os 5 meses e os 3 anos, em 3 salas. Quanto ao Lar, permitirá albergar 30 idosos, com residência permanente.

Com a construção deste equipamento, o Centro Comunitário de Salir passará a dispor das valências de Centro de Dia, Serviços de Apoio Domiciliário, Creche e Lar de Idosos, permitindo o apoio social a 85 idosos e a 33 crianças, num totoal de 118 utentes.

Este investimento rondou os 1,5 milhões de euros e foi realizado pela Câmara Municipal de Loulé, Segurança Social, Associação de Amigos de Salir e Junta de Freguesia.

Mas esta obra é sobretudo resultado do empenho, dedicação e voluntariado da Associação de Amigos de Salir e do seu presidente, Júlio de Sousa, que desde 1993, ano da fundação da instituição, lutou para concretizar esta aspiração. O responsável da Associação explicou todo o trajeto que levou a esta inauguração e relemnbrou todas as entidades que contribuiram para a mesma, nomeadamente os sucessivos executivos municipais.

“Trata-se de um hotel social mais do que uma simples casa para acolher idosos”, referiu Júlio de Sousa, considerando a excelência do equipamento e a sua importância no contexto social da freguesia.

Por seu turno, o presidente da Câmara Municipal enalteceu a cooperação entre entidades, nomeadamente administração central, administração local e instituição. “O Estado não pode, não sabe e não deve fazer tudo o que há a fazer. Daí que defenda, como princípio, que a responsabilidade pública não pode confinar-se às intervenções diretas do Estado. Pelo contrário, insisto na ideia de que aos outros poderes públicos cabe igualmente a promoção de iniciativas em conjunto com a sociedade civil organizada e que sejam portadoras de mais-valias. É nesse sentido meu entendimento que esta colaboração tripartida, aqui em Salir bem visível, se funda no que de mais essencial nos deve unir em cada um e em todos os momentos da nossa vida: a solidariedade ativa”, disse o autarca.

O responsável municipal falou da evolução da rede social do Concelho na última década, com a aposta na criação de lares, centros comunitários, serviço de apoio domiciliário, centros de acolhimento e creches: “Recordo que, em 2002, as respostas ao nível de equipamentos sociais para idosos eram limitadas, sentindo-se a necessidade de reforçar as respostas de integração”, disse.

Num Concelho em que se prevê o aumento do índice de desenvolvimento de 1,27 para 1,95 em 2031, o autarca referiu as várias iniciativas realizadas na área social para apoio aos seniores: apoio financeiro à construção equipamentos sociais, medidas de apoio temporário ou permanente às IPSS’s sedeadas no Município, acompanhamento psicológico a munícipes da terceira idade que apresentam como principais problemáticas a solidão, a depressão, a doença e as dificuldades socioeconómicas, principalmente nos maiores aglomerados populacionais como sejam os de Loulé e Quarteira e encaminhamento para integração em Lar de idosos e/ou Apoio Domiciliário.

O autarca referiu ainda que, em 2013, os pedidos de apoio à Câmara Municipal, através dos serviços de ação social, aumentaram em 150% comparativamente com os pedidos formulados em 2009.

Já a responsável da Segurança Social de Faro, Ofélia Ramos, falou deste equipamento como “uma obra da maior importância social cujo alcance ultrapassa os limites do próprio território”. Nesse sentido, referiu a mais-valia em termos da integração intergeracional e apoio às famílias.

Por último, esta responsável disse que este Lar e Creche permitirá criar 12 novos postos de trabalho. A Segurança Social irá apoiar financeiramente com uma comparticipação mensal à instituição.

O Município de Loulé

Categories: Loulé

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.