VRSA

Jantar de Campanha de David Murta – Candidato à Câmara

Casa cheia no jantar de campanha da candidatura de David Murta à Câmara Municipal de Vila Real de Santo António

Perante cerca de 300 pessoas decorreu no dia 21 numa unidade hoteleira na praia de Monte Gordo um jantar de campanha organizado pela candidatura de David Murta à Câmara Municipal de VRSA.

Ficou bem expresso nesta ação de campanha um claro sinal da vontade de um NOVO RUMO para o concelho manifestado não só pelos muitos apoiantes presentes, mas também por muitos outros que não puderam participar devido a limitações de espaço.

Usaram da palavra a Presidente da Comissão Política do PS de VRSA, os cabeças de lista aos diferentes órgãos autárquicos e o coordenador regional das autárquicas do PS e atual presidente da câmara de Olhão, Francisco Leal.

O primeiro orador foi Hélder Pinto na qualidade de candidato à junta da freguesia onde decorreu o jantar que apresentou as linhas de atuação enquanto presidente e assumiu um claro compromisso de trabalho por Monte Gordo. Seguiram-se, na mesma linha de pensamento e de discurso, as intervenções de Paulo Barbosa e Sara Brito, respectivamente cabeças de lista à junta de freguesia de Vila Nova de Cacela e de Vila Real de Santo António.

Seguiu-se a intervenção de Luísa Currito que encabeça a lista à Assembleia Municipal que, entre outros compromissos, garantiu que enquanto presidente daquele órgão pugnaria para que este voltasse a ser a casa da democracia onde todas as forças politicas nela representada voltassem a ter a garantia de respeito e de igualdade de oportunidades, abrindo-a a uma verdadeira participação dos eleitores.

Antes da intervenção final usou da palavra Francisco Leal que depois de elogiar a coragem e a força das candidaturas do Partido Socialista, quer pelo carácter e força dos cabeças de lista, quer pela grande preocupação que existiu em constituir equipas polivalentes. Trouxe ainda um novo folgo e alento a esta candidatura que, graças ao trabalho e empenho de todos podia afirmar que o PS estava em crescendo e que a noite eleitoral mostraria resultados bastante positivos.

Fechou o ciclo de intervenções o candidato a presidente de câmara, David Murta, que fez uma retrospetiva do trabalho realizado desde o anúncio da candidatura, avisou os presentes das enormes dificuldades dos tempos que se avizinham uma vez que, à grave situação financeira do país, os vila-realenses têm ainda de suportar durante os próximos 20 anos os efeitos das más decisões políticas da gestão PSD que aumentou enormemente a dívida do município para mais de 120 milhões de euros contra os menos de 10 milhões que tinha quando em 2005 tomou posse.

Tal como tem vindo a dizer nas ações de rua, não faz falsas promessas pelo que o único compromisso que assume é com a verdade, que se manifestará através de um trabalho empenhado na resolução dos graves problemas com que o município se debate, com uma gestão rigorosa e criativa, que permita sair do buraco financeiro em que nos encontramos e gerar os meios necessários para desenvolver o projeto consubstanciado no nosso programa, com especial ênfase no Plano Estratégico de Longo Prazo e no Plano de Desenvolvimento Social.

A Concelhia do PS de VRSA

Categories: VRSA

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.