AGENDA

Neto Gomes apresenta livro “Podia Ter Sido Um Campeão – Edmundo Bota”

“Podia Ter Sido Um Campeão – Edmundo Bota” é o título do novo livro de Neto Gomes, que será apresentado no próximo sábado, 28 de setembro, pelas 12h00, na Sala da Assembleia Municipal de Loulé, Edifício Eng.º Duarte Pacheco.

Tendo como referência a obra, na Nota de Autor, Neto Gomes relembra um pouco de todas as facetas da vida de Edmundo Bota, o grande protagonista do livro que vai ser apresentado:

«Sempre, ou quase sempre, as palavras do autor têm como caminho único a exaltação dos conteúdos da obra e dos seus protagonistas. Por isso, justificava-se – e baseado neste princípio de que a sustentabilidade da argumentação tivesse como ponto de partida e de chegada a vida desportiva de Edmundo Bota – associarmo-nos a tudo o que narrou, em paralelo com as voltas e as revoltas que viveu em cima da bicicleta.

Todavia, sendo real que aqui e ali vamos merecidamente enaltecer a figura desportiva de Edmundo, que só o facto de ter estado várias vezes no pódio dos azares é que o impediu de estarmos agora a exaltar a sua longa história de vida assente nas suas virtudes como ciclista do Louletano, e os golpes que a vida lhe deu em plena estrada.

Porém, o palco da emigração, para onde abalou à descoberta da França, em 1964, e assim fugir a tudo e todos que impediam a liberdade do nosso povo, foi escolhido por nós, com a mesma vibração com que o forcado espera o touro, e desta forma enaltecermos o que era a emigração nesses tempos marcados por uma evidente escravatura, também numa altura em que nos obrigam outra vez a saltar os muros de uma vida onde os enganos não sejam tão claros e absurdos.

Toda a obra que caracterizamos como uma história de vida é murada de dificuldades comuns à época em que se desenrolam os diferentes acontecimentos desportivos e sociais.

Como autor, e este é um desafio que propomos ao leitor, temos a certeza tratar-se de uma obra profundamente humana, não apenas pelas incidências vividas por Edmundo Bota enquanto ciclista promissor, que vários azares lhe derrubaram os sonhos, mas pelas aventuras que a emigração rude e devastadora lhe proporcionou.

Todavia, os governantes e muitos políticos esclarecidos escondiam o fenómeno a sete chaves, e olhavam a emigração com o silêncio dos inocentes.

É sobre esta passagem da vida portuguesa, vivida por milhões de nossos compatriotas, que pretendemos homenagear Edmundo Bota, um grande desportista a quem alguns azares vividos no ciclismo roubaram sonhos e minguaram ambições e, desta forma, despertar a consciência dos novos emigrantes portugueses que agora voltaram às estradas do mundo, tendo outra vez, como sonho, o pão e a liberdade de viver melhor».

Neto Gomes nasceu em Vila Real de Santo António, a 27 de outubro de 1944, e é jornalista há mais de quarenta anos. Embora tivesse exercido várias atividades ligadas ao sector do turismo e do desporto, é notória a sua ligação à escrita tendo o jornalismo como rede de toda a sua vida profissional.

Foi Presidente do GEA – Grupo de Estudos Algarvios, com sede em Lagos, da AJAID – Associação dos Jornalistas Algarvios da Imprensa Desportiva e foi Diretor do CNID – Clube Nacional da Imprensa Desportiva.

Foi Chefe de Gabinete de Imprensa das Câmaras Municipais de Lagoa, Loulé e Vila Real de Santo António.

Nos últimos anos tem vindo a realizar importantes trabalhos na área da investigação com decisivos contributos para a História Local.

É autor das seguintes obras: “Escutem” (Poesia, 1973, edição de autor), “Bancadas Vazias”, 1993, edição de autor), “Congresso de Almancil” (2002, edição Junta Freguesia de Almancil), “Pelo Mar Adentro Alimentando o Fumo das Fábricas” (história local, edição do Autor/Câmara Municipal de Vila Real Santo António, 2005), “1º Congresso de Almancil”, “Joaquim Apolo – Fiz Aquilo Que Pude Para a Alegria dos Louletano” (2007, edição da Câmara Municipal de Loulé), “Manuel Caldeira – Ágil, Combativo, Decidido, Um Leão” (2008, edição da Câmara Municipal de Vila Real Santo António), “Zé Aranha – A Sabedoria das Palavras” (história Local, 2009, edição Câmara Municipal de Vila Real de Santo António), “Governo Civil de Faro 175 Anos de História” (2009, edição Governo Civil de Faro), “Hospital de Faro 30 Anos de História Uma Vida de Afectos” (2010, edição Hospital de Faro, EPE.), “Vencendo a Estrada Tendo Loulé Como Bandeira” (2012, edição da Câmara Municipal de Loulé) e “Manuel José O Faraó de Vila Real de Santo António” (2013, edição da Câmara Municipal de Vila Real de Santo António). É coautor de “25 Anos do Clube de Ténis de Loulé” (2007, edição Clube Ténis de Loulé) e “Algarve 1910–2010, 100 Anos de República, 100 Personalidades” (2010, edição Governo Civil de Faro).

Neste momento, o autor está a escrever mais dois livros: “História da Santa Casa da Misericórdia de Loulé (1834 / 2011)” e “Biografia de César Correia”.

Categories: AGENDA, Desporto, Loulé

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.