Albufeira

Santa Casa promoveu evento solidário “Albufeira de Mãos Dadas”

Santa Casa da Misericórdia assinala Dia de Combate à Pobreza e Exclusão Social

Este sábado, dia 19 de outubro, foi dia solidário em Albufeira, numa iniciativa da Santa Casa da Misericórdia de Albufeira (SCMA). Entre as 10h00 e as 13h00, os participantes do evento solidário “Albufeira de Mãos Dadas” puderam realizar rastreios de saúde gratuitos: Tensão Arterial; Diabetes e Índice de Massa Corporal. Puderam também recolher informação acerca do apoio social existente no concelho, adquirir peças únicas na mostra de artesanato solidário e assistir a momentos de animação.

Às 15h00, todos os presentes foram convidados a integrar um cordão humano gigante como forma de expressar a união da comunidade albufeirense na luta a favor da causa.

À noite, no Restaurante Bar Sétima Onda, teve lugar o Jantar Solidário.

O dia culminou com o Jantar Solidário, no Restaurante Bar Sétima Onda, que pretendeu arrecadar fundos para os projetos da SCMA de integração de crianças, jovens e famílias em situação de pobreza. A noite contou com música ao vivo. A partir das 23 horas, horas, a Noite Solidária continuou com convívio. De referir que as entradas para o Bar /Disco (5 solidários com oferta de cocktail) destinaram-se na totalidade aos projetos solidários atrás referidos.

No Jantar Solidário, a provedora da SCMA, Patrícia Seromenho, dirigiu umas palavras aos presentes: “Hoje foi o Dia de Combate à Pobreza e Exclusão Social porque é o dia 18 de outubro, um dia comemorado a nível nacional pela EAPN (integrada na Rede Europeia Anti-Pobreza), que nos convidou a nós, Santa casa da Misericórdia, para desenvolvermos uma iniciativa aqui no Concelho de Albufeira que assinalasse este dia e conseguisse sensibilizar a nossa comunidade para esta problemática e que juntasse pessoas para trabalhar em conjunto e ajudar as pessoas. No período da manhã, entre as 10 e as 13 horas, desenvolvemos neste espaço, entre o Inatel, o Sétima Onda e na praia, um conjunto de atividades, desde rastreios gratuitos à população, aulas de Zumba e uma série de atividades dinâmicas. Às 15 horas, conseguimos juntar 336 pessoas num cordão humano, exatamente para passar a mensagem: Todos juntos conseguiremos fazer alguma coisa e contribuir para o bem-estar de todos aqueles que precisam. Nós, Santa Casa da Misericórdia, fomos convidados, enquanto instituição de solidariedade que somos, e também porque temos neste momento em curso um projeto que se chama Em Con_tato que visa efetivamente trabalhar com este tipo de população. Nada isto seria possível sem esta fantástica equipa que está aqui comigo. São o rosto do projeto Em Con_tato, no âmbito do CLDS. Eu já os rotulei de ‘Bichos da Rua’ porque eles o são. Intervenção social faz-se na rua, não no gabinete, faz-se próximo das pessoas que precisam. Estamos a fazê-lo e a dar resposta no dia e na hora. Infelizmente, não a todos aqueles que precisam mas estamos a iniciar o nosso trajeto. Temos objetivos ambiciosos. Queremos, ao final de dois anos, deixar uma Albufeira melhor, no sentido em que, pelo menos, contribuimos para o bem-estar de algumas famílias. O que nós queremos é isso mesmo. Estamos a ajudar crianças, jovens e famílias, não dando simplesmente por dar. Não devemos dar peixe, devemos ensinar a pescar (alusão à famosa máxima do filósofo chinês Confúcio). É isso que nós nos propomos a fazer: Dentro das dificuldades e dentro da assistência que temos que dar – se for preciso dar sopa, daremos -, mas essencialmente ajudar as pessoas para que vejam como é que devem seguir o seu caminho dentro de todas estas dificuldades a que todos nós assistimos diariamente. E aqui estão aqueles que trabalham diariamente neste projeto e que têm sido incansáveis. Para além destes quatro elementos que aqui estão, há mais elementos da CLDS mas, acima de tudo, são duzentos trabalhadores da Santa Casa da Misericórdia que trabalham diariamente para isso. Este trabalho só foi possível também graças ao apoio de uma série de instituições, entre elas a autarquia, que tem sido incansável em colaborar connosco, os Bombeiros Voluntários, Autoridade Marítima de Albufeira, Inatel, Sétima Onda, Intermarché de Santa Eulália, News Café, Garrafeira Soares, Party Land, Vinha d’Águas, Clube de Artes Marciais de Albufeira, a EAPN, Balónia, Sr. Vítor Moura Pereira, João Rolo, David Sousa, Cristiano, Patrícia Rodrigues, André Mota, Nuno Balbino e o Sr. Silva, nomeadamente ao nível da eletricidade”.

Por: Jorge Matos Dias – PlanetAlgarve

Categories: Albufeira

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.