Algarve

UAlg saúda a classificação da Dieta Mediterrânica como Património Imaterial da Humanidade

A Dieta Mediterrânica foi hoje classificada como Património Cultural Imaterial da Humanidade, na 8.ª sessão do Comité Intergovernamental para a Salvaguarda do Património Cultural Imaterial da UNESCO, em Baku, no Azerbaijão. A Universidade do Algarve saúda o município de Tavira enquanto comunidade representativa de Portugal nesta Candidatura Transnacional, pelo sucesso alcançado, bem como todos os membros que integraram a comissão interministerial que conduziu o processo em Portugal.

ualg

Esta candidatura foi proposta por sete Estados com culturas mediterrânicas milenares: Portugal, Chipre, Croácia, Grécia, Espanha, Itália e Marrocos.

A Universidade do Algarve apoiou a candidatura portuguesa da Dieta Mediterrânica à classificação de Património Cultural Imaterial da Humanidade pela UNESCO e está empenhada em promover um amplo debate público e multidisciplinar, em torno desta temática.

Recentemente a UAlg promoveu um Ciclo de Seminários sobre Dieta Mediterrânica, em colaboração com a Câmara Municipal de Tavira, o Ministério da Agricultura, Mar, Ambiente, Ordenamento do Território (MAMAOT) e a Ordem dos Nutricionistas. Este Ciclo contou com a participação de vários especialistas de instituições públicas, associações nacionais e regionais, que debateram a importância da Dieta Mediterrânica, um marco de cultura e património, um estilo de vida profundamente enraizado nas vivências dos portugueses, que importa preservar e transmitir às gerações vindouras.

Categories: Algarve

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.