Algarve

Mais de metade dos alunos das Escolas de Hotelaria com emprego

Está a aumentar o número de alunos das Escolas de Hotelaria e Turismo empregados no setor. Entre 2011 e 2012, este valor aumentou 10 pontos percentuais, de 41 por cento para 51,6 por cento, tendo a taxa de atividade (emprego + prosseguimento de estudos) de quem estudou nos estabelecimentos geridos pelo Turismo de Portugal crescido para 72,9 por centro.

Escola Superior de Gestão, Hotelaria e Turismo – ESGHT Algarve - foto Jorge Matos Dias / PlanetAlgarve

Escola Superior de Gestão, Hotelaria e Turismo – ESGHT Algarve – foto Jorge Matos Dias / PlanetAlgarve

De acordo com o mais recente Estudo de Inserção Profissional dos alunos destas Escolas, 242 alunos encontraram emprego no final do seu percurso escolar, sendo que 77 por cento deles ficaram colocados no mercado de trabalho em menos de três meses e metade obteve colocação em menos de um mês.

A quase totalidade (90 por cento) dos alunos saídos das Escolas está a desenvolver a sua atividade no setor do turismo – hotelaria e restauração -, estando a maior taxa de empregabilidade direta (63 por cento) associada aos Cursos de Especialização Tecnológica.

Os cursos que apresentam maiores taxas de atividade são os de Técnicas de Serviço de Restauração e Bebidas (83 por cento) e Gestão e Produção de Cozinha, com uma taxa de 78 por cento.

De acordo com Maria de Lurdes Vale, Administradora do Turismo de Portugal para a área da Formação, “além de representar um sinal de reconhecimento da qualidade da formação nas Escolas do Turismo de Portugal, a taxa de atividade destes cursos é resultado do investimento dos últimos anos nas equipas de gestão e de formadores, infraestruturas e equipamentos, bem como da parceria estratégica com instituições globais de referência e maior exposição internacional dos alunos – refira-se que um quinto dos alunos empregados desenvolve a sua atividade no estrangeiro”.

O Turismo de Portugal gere 12 Escolas de Hotelaria e Turismo de norte a sul do País e duas em regime de protocolo com as autarquias de Fundão e Mirandela, que formam mais de 3.000 alunos por ano.

Fonte: Turismo de Portugal

 

Categories: Algarve, Nacional, Turismo

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.