Loulé

Organização internacional selecciona Projecto Querença como caso de estudo

Uma organização internacional escolheu o Projecto Querença, iniciativa de valorização daquela freguesia do interior de Loulé, como caso de estudo para o seu próximo programa de formação internacional, previsto para Abril de 2014, informaram os responsáveis.

Equipa internacional da organização Lead visitou a aldeia do interior algarvio em 2012

Equipa internacional da organização Lead visitou a aldeia do interior algarvio em 2012

Em comunicado, os mentores daquele projecto, criado há três anos, mas que terá agora uma segunda fase, adiantam que, no próximo ano, uma equipa internacional da organização Lead, constituída por formandos e monitores, irá estar em Querença para desenvolver trabalhos específicos de apoio ao desenvolvimento local.

Aquela organização internacional, que anuncia no seu sítio de Internet ser a “maior organização sem fins lucrativos do mundo” dedicada a formar líderes e a contribuir para o desenvolvimento sustentável, foi criada em 1992 na Conferência do Rio Janeiro, tendo já formado mais de 2500 líderes em 90 países.

“Após o sucesso da visita que realizaram em 2012 a Querença, esta organização volta novamente a esta região para completar no terreno um novo programa de formação, o qual se centra na metodologia desenvolvida pelo Projecto Querença e na relação entre o mundo rural e o empreendedorismo jovem qualificado”, lê-se no comunicado.

O Projeto Querença é uma iniciativa de intervenção territorial que pretende contribuir para a valorização dos recursos naturais e culturais da região de Querença, envolvendo jovens empreendedores com ideias capazes de dinamizar o território e potenciar a criação de emprego.

Três anos depois da criação do projecto, que levou um grupo de jovens a estagiar durante nove meses em Querença, a iniciativa arranca agora com uma segunda fase de trabalhos, na freguesia de Loulé. As candidaturas, que fecharam a 6 de Dezembro, pediam, desta vez, grupos de jovens com ideias de negócio para a região, havendo quatro vagas para estágios profissionais de 12 meses.

Por: Lusa

Categories: Loulé

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.