Loulé

Carlos Albino preside à Comissão Concelhia das Comemorações do 40.º Aniversário do 25 de Abril

O jornalista Carlos Albino, figura indissociável da Revolução dos Cravos, irá presidir à Comissão Concelhia das Comemorações dos 40 Anos do 25 de Abril, aprovada em sessão camarária. Esta Comissão irá levar a cabo um conjunto de iniciativas que assinalem e recordem esta efeméride e, simultaneamente, promover junto dos mais novos, de forma pedagógica, os valores fundamentais daquele que foi um dos mais importantes e decisivos momentos históricos do País.

Carlos Albino - foto C.M. Loulé - Mira

Carlos Albino – foto C.M. Loulé – Mira

Natural de Loulé, Carlos Albino esteve diretamente ligado ao desenrolar dos acontecimentos do dia 25 de abril de 1974, por ter sido o responsável pela emissão da senha do início das operações militares que iriam derrubar o regime ditatorial, através do Programa Limite, na Rádio Renascença. A leitura gravada da primeira estrofe da canção “Grândola, Vila Morena”, de José Afonso, confirmou o golpe e o avanço das forças armadas.

A par do jornalista, farão parte desta Comissão todos os diretores dos agrupamentos escolares do Concelho (AE Drª Laura Ayres, AE Padre Cabanita, AE Engº Duarte Pacheco, AE D. Dinis e AE de Almancil), os diretores da Escola Secundária de Loulé, Escola Profissional de Alte e Colégio Internacional de Vilamoura, representantes das associações culturais do Concelho de Loulé, Luís Guerreiro, Dália Paulo e Luísa Martins, em representação da Autarquia louletana, e em representação da sociedade civil, Luís Guedes, João dos Santos Simões e António Clareza.

“O objetivo principal desta Comissão é elaborar um programa diversificado de comemorações dos 40 anos do 25 de Abril para o Concelho de Loulé, colaborar com todos os organismos e instituições que no território concelhio pretendam assinalar a data, dando uma especial atenção à juventude de modo a que, por via pedagógica, aliciante e inovadora, a mesma se aproprie dos ideais do 25 de Abril e encontre neles o ânimo, a alegria e a vontade de lutarem por causas que considerem justas e adequadas, num quadro de liberdade e democracia”, referem os responsáveis da Câmara Municipal de Loulé.

Por: Município de Loulé

Categories: Loulé

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.