Loulé

Jovens da Escola Secundária fazem ouvir a sua voz na Europa

Rodrigo Sequeira, Marisa Murtinha e Pedro Silva são os três alunos da Escola Secundária de Loulé que, acompanhados pela subdiretora deste estabelecimento de ensino, Ermelinda Travia, representarão os jovens de Portugal no evento “A tua Europa, a tua voz” (“Your Europe, Your Say”), que se realizará em Bruxelas, de 26 a 28 de março. No âmbito de uma visita preparatória, os estudantes receberam ontem, 30 de janeiro, na sua escola, Carlos Alberto Pereira Martins, um dos membros portugueses do Comité Económico e Social Europeu (CESE), órgão consultivo da União Europeia.

Na sua visita à Escola Secundária de Loulé, este membro do Grupo III (Interesses Diversos) do CESE, presidente da Comissão Executiva do Conselho Nacional das Ordens Profissionais (CNOP) e membro do Conselho Económico e Social de Portugal, reuniu-se com os alunos para os ajudar a preparar-se para o evento, respondeu às suas perguntas e deu-lhes a conhecer, de forma geral, a vida e o funcionamento do CESE. Presente neste momento esteve também a vereadora Ana Machado, da Câmara Municipal de Loulé que apoio esta iniciativa.

“A tua Europa, a tua voz”, organizada pelo quinto ano consecutivo, é uma simulação do trabalho dos membros do CESE que conta com a participação de alunos de 28 escolas selecionadas a partir das candidaturas de 700 estabelecimentos de ensino provenientes dos 28 Estados-Membros da União Europeia: uma escola por cada Estado-Membro. Nesta reunião extraordinária, uma centena de alunos em representação dos jovens da Europa realizarão debates e negociações, com o objetivo de chegar a um consenso sobre as prioridades mais importantes para os jovens, com vista às eleições europeias de maio de 2014. Os alunos poderão igualmente dialogar com o presidente do CESE e com altos funcionários da União Europeia.

Na fase preparatória do evento, alguns membros do CESE visitarão as escolas participantes.

Por: Município de Loulé

Categories: Loulé

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.