Algarve

Projeto interativo da UAlg permite ao espetador ser protagonista da história

No âmbito do projeto Os caminhos que se bifurcam, sediado no Centro de Investigação em Artes e Comunicação (CIAC), na Universidade do Algarve, está a ser produzido o filme interativo Neblina. Com um carácter essencialmente prático, o projeto enquadra-se na investigação de pós-doutoramento do investigador Bruno Mendes da Silva, atual diretor do curso de Ciências da Comunicação da UAlg.

ualg

Bruno Silva pretende, assim, continuar a pesquisa iniciada na sua tese de doutoramento, intitulada Eterno Presente, o tempo na contemporaneidade, que resultou na publicação do livro A máquina encravada, a questão do tempo nas relações entre cinema, banda desenhada e contemporaneidade (2010).

A realização desta narrativa interativa, que estará disponível para diferentes dispositivos, como tablets, smartphones, computadores e salas de cinema convencionais, procura reconfigurar a experiência do espetador de cinema. Pretende-se que este projete a sua própria identidade no protagonista da ação, tornando-se no espetador-protagonista.

Para este fim, estará disponível na web uma aplicação que divide a visualização da narrativa em três fluxos de imagens. Oferece-se, deste modo, a possibilidade de ser o espetador a escolher o seu próprio percurso dentro da história, como protagonista.

O projeto pretende estabelecer uma nova relação entre o público e a obra, onde a distância entre géneros e entre realidade e ficção tenderá a desaparecer.

Por: UAlg

Categories: Algarve

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.