Algarve

Congresso do PSD | Moção apresentada por Cristóvão Norte aprovada por larguíssima maioria

Deputado algarvio eleito para o Conselho Nacional

Intervenção de Cristóvão Norte no Congresso do PSD

Intervenção de Cristóvão Norte no Congresso do PSD

Cristóvão Norte, co-autor da proposta temática “ Mar de Esperança”, viu a sua moção aprovada por uma maioria de cerca de 90 por cento, no Congresso do PSD que decorreu este fim de semana no Coliseu dos Recreios, em Lisboa. Na intervenção de 15 minutos de apresentação da moção aos congressistas, o parlamentar algarvio defendeu que “ para que a economia cresça de forma sustentável, isto é, sem ser alimentada por um consumo público desregrado, não reprodutivo e que só favorece grandes interesses, temos que apostar nas exportações e essa ideia empurra-nos para o mar e para outros sectores produtivos, e não para as grandes obras públicas e para os interesses que vivem à sombra do Estado. É esta a mudança de paradigma que pode criar empregos e oportunidades, e não dívida nem défice externo que redundam sempre em programas de resgate que custam muito.”

Enfatizando que “ os sectores transaccionáveis são a resposta da sustentatibilidade e da coesão social, numa economia global”, o também Presidente do PSD Faro sublinhou  que “ importa encontrar compromissos de futuro, é isso que os portugueses querem: ideias que estejam para lá das legislaturas e tal tem sido possível no mar como ficou demonstrado pela aprovação recente da Lei de Bases do Ordenamento e Gestão do Espaço Marítimo Agora temos portas abertas para a biotecnologia, turismo náutico e de cruzeiros, entre outros. É preciso maior vontade e determinação para transformar o potencial em realidade.”

O deputado algarvio referiu- se à extensão da Plataforma Continental prevista para 2015 como um aspecto que pode recentrar Portugal, recuperar a sua tradicional vocação atlântica e lançar as bases de uma economia próspera virada para o aproveitamento dos recursos endógenos. Falando directamente para o Presidente do PSD e Primeiro-Ministro, bem como para outros membros do Governo presentes, Cristóvão Norte lançou o repto para que “ haja maior transversalidade nas políticas do mar para que se atenue a burocracia e se duplique o peso da economia do mar no PIB.

Por outro lado, Cristóvão Norte foi eleito para Conselheiro Nacional – órgão máximo entre Congresso, figurando em segundo lugar na segunda lista mais votada, a qual elegeu 14 elementos, apenas superada  pelos 18 da lista apoiada pela direcção nacional e liderada por Miguel Relvas.

Categories: Algarve

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.