Desporto

Ruben Faria corre as últimas 2 provas do Sealine em ritmo de treino

Os condicionamentos do segundo dia de prova, quando um erro de navegação e problemas de travão deixaram Ruben Faria fora da luta pelas posições cimeiras do Sealine Rally no Qatar motivaram uma alteração de ordem de trabalho para o piloto da KTM. Até ao final da prova o piloto de Olhão vai treinar e ao mesmo tempo ajudar ainda mais ao desenvolvimento da KTM 450 Rally.

Ruben Faria – Sealine Cross-Country Rally 2014 – 3.ª Etapa

Ruben Faria – Sealine Cross-Country Rally 2014 – 3.ª Etapa

A caravana cumpriu ontem a terceira etapa da prova, a mais longa da competição com pouco mais de 411 quilómetros de extensão, e após dois dias de desilusão e problemas para Ruben Faria, o piloto algarvio e a equipa decidiram alterar a ordem de trabalho originalmente definida; assim, Ruben Faria assumiu uma forma distinta de levar a corrida até ao final. No final deste terceiro dia de competição Ruben Faria foi o sétimo no final de um dia onde testou e treinou em ritmo competitivo.

“O resultado estava perdido e não fazia mesmo sentido pensar em vencer especiais, por muito que essa opção fosse ontem a minha. Juntamente com a equipa decidimos que sería mais importante continuar em prova para treinar e ao mesmo tempo experimentar novas soluções na moto, ou seja, a minha moto tornou-se mais ‘laboratório’ até ao final da corrida e se for necessário serei uma ajuda para os meus colegas de equipa que continuam a discutir os primeiros lugares“.

Hoje,  Ruben Faria enfrenta a penúltima etapa da competição, novamente com mais de 400 quilómetros de extensão, antes do encerramento da prova na Sexta-feira. O Sealine Rally  não tem decorrido de acordo com os desejos de Ruben Faria, mas até final muito trabalho na evolução da KTM Rally 450 será ainda feito pelo piloto algarvio.

Fonte: MultiDesportos

Categories: Desporto, Olhão

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.