Opinião

Os 15 anos da Cidade de Quarteira

Artigo de Opinião de João Carlos Santos | Vice-Presidente da JSD/Loulé | Deputado Municipal – Suplente

João Carlos Santos

João Carlos Santos

Foi precisamente, há quinze anos atrás, que se deu a elevação de Quarteira a cidade. Recordo com alguma emoção a efusiva azáfama e o respectivo sentimento que se fazia sentir nas ruas e até na escola. Aos doze anos, seguramente, não entendi na sua plenitude qual o significado por detrás deste feito, no entanto, hoje reconheço a sua importância histórica, e testemunho exemplar da seriedade e perseverança deste povo, e da sua incansável procura de mais e melhores condições de vida para a sua freguesia.

Foi então, no dia 13 de Maio de 1999, por via da Lei nº 52/99, de 24 de Junho, que os Quarteirenses saíram há rua, igualmente, como o fizeram, quinze anos antes, no dia 28 de Junho de 1984, a quando da elevação a Vila. De braços abertos, receberam a elevação a cidade, esclarecidos acerca do cumprimento dos requisitos mínimos que validavam esta sua pretensão, lançaram-se foguetes em sinal de comemoração.

As gentes de Quarteira, acreditaram e acreditaram bem, devido a uma fecunda crença na sua comunidade, no potencial que esta encerrava e porque fazia sentido Quarteira Cidade. Face ao marcante simbolismo da data, não poderia deixar passar em vão a saudosa efeméride sem algumas palavras que atestem o espírito Quarteirense e acima de tudo o espírito dos que fundaram e continuamente deram de si para este projecto colectivo e comunitário que é a Freguesia da Cidade de Quarteira.

Enquanto jovem da minha cidade, é com orgulho que reconheço os esforços levados a cabo por aqueles que inicialmente sonharam, que a terra de Quarteira poderia ser algo mais, levando à concretização dos dias de hoje: uma cidade jovem, com uma elevada taxa de população jovem, com uma vasta oferta de estabelecimentos de ensino, com estruturas desportivas e colectividades dos mais variados desportos, com eventos culturais que agregam os nossos jovens (ex: Marchas dos Santos Populares, Carnaval), com tecido empresarial e respectiva dinâmica comercial e outros factores que contribuem directamente para a melhoria das condições de vida e fixação da população.

Em suma, nada disto se conseguiu com ânimos leves ou atitudes passivas, e os tempos que correm são povoados por grandes desafios, mas acredito, que grande parte da solução reside na activa juventude Quarteirense, por diversas vezes, deu provas de ser capaz e é com base nessa premissa que deve partir a intervenção nos desígnios de Quarteira, para que possamos daqui a outros quinze anos honrar-nos de termos contribuindo para a evolução, paulatina, mas acertada da nossa terra elevando ainda mais alto a nossa Cidade, Freguesia e o Concelho.

Parabéns Quarteira e a todos nós, meus caros conterrâneos.

Categories: Opinião, Quarteira

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.