AGENDA

Baixo Guadiana promove-se na Bienal de Turismo de Natureza | 26 a 28 de setembro

O Baixo Guadiana viaja até à BTN em Aljezur entre os dias 26 e 28 de Setembro para promover a região num evento exclusivo ao Turismo de Natureza. O território quer marcar passo e aproveitar a oportunidade para promover o seu ex-líbris, a Reserva Natural do Sapal de Castro Marim e Vila Real de Santo António, e uma das «Sete Maravilhas» portuguesas, o Parque Natural da Ria Formosa.

Baixo Guadiana - foto Agostinho Gomes

Baixo Guadiana – foto Agostinho Gomes

No mês de Setembro, o Turismo de Natureza vai estar em destaque em Aljezur e como tal o território do Baixo Guadiana, também se faz representar, não apenas pela Associação Odiana, mas também por algumas empresas do território.

A Odiana não poderia deixar de marcar presença sublinhando as imensas potencialidades do território, mas sobretudo com o objetivo de evidenciar as ofertas existentes, com grande ênfase na vasta rede de percursos pedestres e de BTT, observação de aves, desportos e animação, entre outras.

A salientar que o Baixo Guadiana é detentor de um vasto património natural, patrimonial, cultural e paisagístico extremamente diversificado e portanto propício ao Turismo de Natureza onde entre as inúmeras riquezas se distinguem a Reserva Natural do Sapal de Castro Marim e Vila Real de Santo António, uma das mais importantes zonas húmidas do país; e o Parque Natural da Ria Formosa, uma das «Sete Maravilhas de Portugal».

Recorde que a BTN quer promover os territórios, respetivos operadores turísticos e principais agentes da oferta existente, nomeadamente alojamento, restauração, animação turística e património natural e histórico. Existe espaço para o debate, para seminários, para conferências e workshops e está reservado um dia do evento para os profissionais da área. A BTN é uma iniciativa desenvolvida pelas associações Vicentina, In Loco e Terras do Baixo Guadiana, no âmbito do PRODER.

Por: Odiana

Categories: AGENDA, Aljezur

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.