S. Brás de Alportel

Vitor Guerreiro alcança metas propostas para 1.º ano de mandato

A dinâmica do executivo são-brasense liderado por Vítor Guerreiro foi hoje, dia 6, revelada numa Conferência de Imprensa Móvel, uma forma diferente de mostrar o investimento e as 15 principais conquistas alcançadas neste primeiro ano de mandato.

Ao fim de 12 meses a trilhar o rumo de São Brás de Alportel, o Presidente da Câmara Municipal fez um balanço positivo do trabalho realizado, sublinhando a execução de 85% do Orçamento Municipal (cerca de 12.700.000,00€) que tem como prioridade a qualidade de vida dos são-brasenses.

A Conferência de Imprensa teve início no seu Gabinete na Câmara Municipal e prosseguiu sempre em movimento, a pé, ou de autocarro numa breve visita a um conjunto de infraestruturas que são o reflexo de um trabalho contínuo, exigente e com visão de futuro.

As obras a decorrer na Fonte Nova e no Lavadouro no âmbito do Projeto “Memórias da Terra – Do Poço Novo à Fonte Velha”; o novo Pátio Vila Adentro e a obra de renovação de redes de água e pavimentação na Rua da Fonte, igualmente no coração do Centro Histórico; a Praça da República e o Pátio da Vila; as obras de conclusão da Circular Norte, nas fases 3.1 e 3.2, os novos balneários sociais; o circuito acessível na Escola Secundária José Belchior Viegas, entre muitos outros espaços, fizeram parte deste itinerário de 15 pontos, que conduz a um concelho de excelência, com uma boa capacidade de resposta perante as necessidades da população.

Acompanhado pelos vereadores a tempo inteiro, Marlene Guerreiro e Acácio Martins, Vitor Guerreiro referiu o esforço diário para conseguir colmatar as carências de muitas famílias, em termos habitacionais, de alimentação e de outros bens de primeira necessidade. Para poder dar resposta a estes problemas sociais foi implementado no município o “Programa Mão Amiga” destinado a obras de recuperação e acessibilidade em casas de famílias com dificuldades económicas. No mesmo âmbito foi ainda construído um balneário público próximo da Loja Social, espaço que presta apoio mensal a mais de 200 famílias, com bens de primeira necessidade.

O investimento na qualidade ambiental do município e a preservação da floresta foram outras apostas deste primeiro ano de mandato, com a aquisição de uma viatura de recolha de resíduos por cerca de 180.000,00€; a execução de um Plano Municipal de Eficiência Energética que dota quase todos os equipamentos municipais de energias renováveis; a criação de um protocolo com o exército e com os bombeiros na prevenção dos fogos florestais; a limpeza de bermas e caminhos na serra, entre muitas outras medidas preventivas.

O património material e imaterial também foi alvo de valorização, mediante a recuperação e revitalização de 6 espaços que integram o Projeto “Memórias da Terra”. Obras que dignificam a identidade dos lugares e dos são-brasenses.

A adoção do Cadastro Predial Municipal; o prolongamento dos serviços de abastecimento de águas e saneamento; as obras na Circular Norte; as iniciativas de apoio ao empreendedorismo; a proximidade aos residentes estrangeiros; entre muitas outras ações revelam uma gestão transparente, equilibrada e cada vez mais exigente para conseguir fazer face às dificuldades do quotidiano.

No âmbito do Centenário do Município, Vitor Guerreiro relembrou as celebrações do Dia 1 de Junho que juntou milhares de são-brasenses, dando provas do potencial da comunidade e do associativismo, uma força abraçada por todos e que merece, no seu ponto de vista, ser valorizada “a nossa gestão é fruto da participação da comunidade na vida ativa do município, valorizamos o passado, mas também projetamos com a comunidade o que queremos que São Brás de Alportel seja no futuro”.

O presidente da Câmara Municipal de São Brás de Alportel, Vitor Guerreiro, lamentou ainda os entraves que o próprio Estado cria ao funcionamento da autarquia, com a redução sistemática do orçamento e a impossibilidade de contratação de pessoal que põe em causa o funcionamento de serviços essenciais, como escolas, serviços de recolha de resíduos, águas, entre outros.

O edil são-brasense sublinhou ainda que apesar das limitações orçamentais continua a dar resposta a problemas de manutenção de serviços públicos que não são responsabilidade da autarquia, como obras no Quartel da Guarda Nacional Republicana, Centro de Saúde, ou ainda outras situações, tal como o pagamento do alojamento de um novo médico cubano para o Centro de Saúde, no sentido de garantir a qualidade dos serviços prestados à população, embora estes encargos sejam de responsabilidade do Governo.

São Brás de Alportel – 1 ano de mandato

Por: Município de São Brás de Alportel

Categories: S. Brás de Alportel

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.