Faro

Faro aprova Orçamento e GOP para 2015

Realismo orçamental e inexistência de dívidas de curto prazo marcam exercício

Edifício dos Paços do Concelho de Faro

Edifício dos Paços do Concelho de Faro

A Assembleia Municipal de Faro deliberou aprovar as Grandes Opções do Plano (GOP) e Orçamento do Município de Faro para 2015, com os votos favoráveis das bancadas de PSD e CDS, a abstenção do PS e o voto desfavorável dos grupos parlamentares do BE, CDU e CFC.

O orçamento para 2015 inclui o Teatro Municipal – Serviços Municipalizados (TM) e prevê receitas na ordem dos 46.711.090,00€, determinando um grau de despesa na mesma proporção, em respeito pelo princípio do equilíbrio financeiro. Trata-se, afinal, do primeiro exercício em muitos anos em que o valor orçamentado vai corresponder efetivamente ao montante das receitas e despesas efetivas do Município, expressando com realismo a gestão previsional da autarquia.

O Presidente da Câmara apresentou as Grandes Opções do Plano para 2015 (GOP) ao órgão deliberativo, tendo enfatizado a inexistência histórica de dívida de curto prazo, com a liquidação das últimas faturas no passado mês de Novembro. No entanto, o esforço de controlo do endividamento total do Município não está ainda concluído. Apesar de hoje o seu valor ser drasticamente inferior ao de anos anteriores (em quatro anos o executivo reduziu o passivo em cerca de 30 milhões de euros), continua a exigir um elevado sentido de ponderação na gestão, não sendo ainda possível prever níveis de investimento elevados.

Na defesa dos documentos previsionais para 2015, Rogério Bacalhau considerou ainda que este é “um orçamento que pretende, acima de tudo, assegurar a sequência da regeneração financeira conseguida”. E, prosseguiu, “no mesmo passo, em que nos consolidamos no rigor e na agilidade de procedimentos, procuramos implementar ações concretas para promover a qualidade vida, promover o desenvolvimento económico e social do concelho e a sua notoriedade.”

Serão assim seis as grandes linhas de atuação do Município de Faro para o ano de 2015: Recuperação do espaço público; Rede viária; Apoio social e apetrecho do parque habitacional; Apoio às freguesias; Apoio às coletividades do concelho; Incentivo ao investimento privado.

Com a aprovação da proposta do executivo, a Assembleia Municipal viabilizou igualmente o mapa de pessoal do município e TM, a atualização do Plano de Ajustamento Financeiro e a autorização prévia favorável à assunção de compromissos plurianuais pela Câmara Municipal.

Por: Município de Faro

Categories: Faro

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.