Faro

Faro recupera o seu Foral Manuelino

Museu Municipal passa a contar com um dos orgulhos patrimoniais do Concelho

Foral Manuelino de Faro

Foral Manuelino de Faro

O Município de Faro vem hoje expressar o seu contentamento pela decisão do Governo em proceder ao depósito do Foral Manuelino de Faro no Museu Municipal, após solicitação desta autarquia que mereceu parecer positivo da Direção-Geral do Património Cultural.

Depois de ter sido cedido pelo Museu Nacional Machado de Castro (Coimbra) para a exposição “O Foral de Faraão”, no Museu Municipal de Faro até 4 de Janeiro de 2015, este importante documento da história da cidade regressa em definitivo à capital algarvia – o Foral foi integrado nas coleções do museu conimbricense em 1915.

Datado de 1504, o Foral Manuelino de Faro resulta da política reformista fiscal e administrativa levada a cabo pelo rei D. Manuel I. Faro, na altura vila, foi uma das contempladas com esse diploma, que pode ser considerado uma fonte de estudo essencial para a economia e a sociedade local no início do século XVI, mas também uma peça de arte de grande requinte e efeito decorativo pelas suas iluminuras especialmente atraentes.

Dado como desaparecido durante algum tempo, eis que reencontra a cidade que o acolheu no passado e para a qual foi encomendado. O Foral Manuelino, certamente um dos orgulhos patrimoniais dos farenses e, simultaneamente, uma das atrações de visita ao centro histórico da cidade, permanecerá no Museu Municipal de Faro para enriquecimento das exposições da história local e para garantir a sua devida salvaguarda e conservação.

A História encarrega-se de fazer justiça e o foral regressa à cidade que nunca o devia ter deixado sair.

Por: Município de Faro

Categories: Faro

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.