Algarve

Poiares Maduro apadrinha protocolo de cooperação entre a UAlg e CCDR Algarve

A Universidade do Algarve (UAlg) e a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Algarve (CCDR Algarve) assinaram hoje, dia 18 de fevereiro, na sala de Seminários da Reitoria, no Campus de Gambelas, um protocolo de cooperação que contou com a presença de Miguel Poiares Maduro, ministro-Adjunto e do Desenvolvimento Regional.

Este protocolo de colaboração materializa-se, essencialmente, através da realização de atividades conjuntas em áreas comuns. O relacionamento privilegiado entre a CCDR Algarve e a UAlg, o desejo de contribuir para o reforço da relação institucional, com vista ao desenvolvimento de sinergias conducentes ao aprofundamento dos laços de cooperação científica nos domínios das suas respetivas missões, são o objeto geral deste protocolo.

Poiares Maduro considera que este protocolo é um bom exemplo do que é necessário para associar o conhecimento ao território. Para o ministro-Adjunto e do Desenvolvimento Regional, as universidades, em Portugal, têm dois grandes desafios, a transferência de conhecimento para a sociedade e a internacionalização. Poiares Maduro alertou ainda para os instrumentos de apoio que poderão ser disponibilizados para a concretização destes desafios através dos Programas Operacionais Portugal 2020.

António Branco, reitor da UAlg, salientou a importância que este protocolo tem para a região, já que a UAlg é a única instituição de ensino superior pública no Algarve e, por isso, “esta circunstância particular, confere a todos uma responsabilidade maior para levar esta cooperação a bom porto”. O reitor referiu-se ainda ao Plano Estratégico da UAlg que, a par da região, também elege como desafios mais urgentes os seguintes campos temáticos: Mar, Turismo, Saúde e Bem-Estar, e Património Mediterrânico.

Estes campos temáticos, no contexto das estratégias regionais coincidentes com o RIS3, instrumento que surge no âmbito dos trabalhos de preparação da política de coesão para o período 2014-2020, sendo a sua existência e aprovação condição prévia para que as regiões tenham acesso ao FEDER, também serviram de reflexão a David Santos, presidente da CCDR Algarve, que “gostaria de andar sempre lado a lado com a Universidade do Algarve”.

Por: UAlg

Categorias:Algarve

PlanetAlgarve

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s