Algarve

Volta ao Algarve passou por Quarteira | Greipel e Thomas coroados em Vilamoura

O alemão André Greipel (Lotto Soudal), corredor mais vitorioso de 2014, estreou hoje o palmarés de 2015, vencendo a quinta e última etapa da Volta ao Algarve, uma ligação de 184,9 quilómetros, entre Almodôvar e Vilamoura, que coroou o britânico Geraint Thomas (Sky) vencedor da edição 41 da mais internacional das corridas que se disputam em Portugal.

Como se esperava, os sprinters ditaram leis na derradeira tirada da competição, disputada a uma estonteante velocidade de 43,392 km/h. Na reta da meta, o numeroso público vibrou com um apertado sprint entre André Greipel e o belga Tom van Asbroeck (Lotto NL-Jumbo), com triunfo do germânico. O terceiro foi o alemão Rudiger Selig (Katusha), após desclassificação do holandês Raymond Kreder (Team Roompot) por sprint irregular.

“A Volta ao Algarve foi a minha primeira grande corrida da época e queríamos aqui ganhar uma etapa. Foi uma vitória da equipa, o meu ‘comboio’ de lançamento estava onde devia estar e, na verdade, não precisei de fazer muito, apenas seguir o plano. Gosto de correr no Algarve, onde o tempo é quase sempre bom. É uma excelente promoção para a região”, reconheceu o vencedor da etapa.

O britânico Geraint Thomas cortou a meta integrado no pelotão e sucedeu ao polaco Michal Kwiatkowski (Etixx-QuickStep) na galeria de vencedores da Volta ao Algarve. O corredor natural do País de Gales concluiu a competição com 27 segundos de vantagem sobre Kwiatkowski e com 1m11s relativamente ao português Tiago Machado (Katusha), que completaram o pódio.

“Não esperava ganhar no Algarve, porque o líder designado era o Richie Porte. Arrisquei no segundo dia, conquistei a camisola amarela e a partir daí foi uma semana incrível para a equipa, que ganhou duas etapas, a geral, e duas camisolas. Estou satisfeito com a minha forma, tenho um grande mês pela frente, com o Paris-Nice e com as clássicas e anseio pelas próximas corridas. Não ganho com muita frequência, mas olhando para a lista de vencedores e para as equipas presentes, é uma sensação ótima ganhar uma etapa e defender a amarela até ao final”, regozijou-se Geraint Thomas.

O adversário mais direto de Thomas foi Michal Kwiatkowski, que reconheceu a superioridade do opositor: “”No Malhão tudo fizemos para conseguir vencer. Como equipa nunca desistimos e acabamos por gastar todas as munições para vencer a geral. Mas o Thomas protagonizou uma excelente performance e conseguiu vencer”.

Tiago Machado fechou o pódio e terminou a corrida com a sensação do dever cumprido: “No Algarve viram-me crescer como ciclista. Já desde júnior que corro na região e sempre aqui tentei dar o máximo. Um dia ainda ganharei a Algarvia para lhes poder dedicar todo o apoio que me têm dado. Na estrada, os adversários foram mais fortes do que eu. Vinha para vencer, trabalhei bem, mas não deu. Um dia será diferente”, prometeu o famalicense.

As classificações secundárias ficaram com a mesma configuração que lhes foi dada pela etapa do Malhão. Além da Camisola Amarela Liberty Seguros, Geraint Thomas leva para casa a Camisola Verde Turismo do Algarve, da classificação por pontos, o colombiano Sergio Henao (Sky) enriqueceu a bagagem com a Camisola Azul Fundação do Desporto, símbolo de melhor trepador, enquanto o italiano David Formolo (Cannondale-Garmin) foi o melhor jovem da Volta ao Algarve, conquistando a Camisola Branca Cyclin’Portugal. A Camisola Laranja AMAL, prémio para o melhor português, foi ganha por Tiago Machado. A russa Katusha, comandada pelo português José Azevedo, triunfou por equipas.

Etapa/Stage/Étape
1.º André Greipel (Lotto Soudal), 4h15m40s (Média: 43,392 km/h)
2.º Tom van Asbroeck (Lotto NL-Jumbo), mt
3.º Rudiger Selig (Katusha), mt
4.º Gianni Meersman (Etixx-QuickStep), mt
5.º Phil Bauhaus (Bora-Argon 18), mt
6.º Roy Jans (Wanty-Groupe Gobert), mt
7.º Jurgen Roelandts (Lotto Soudal), mt
8.º Alexander Porsev (Katusha), mt
9.º Ben Swift (Sky), mt
10.º Filipe Cardoso (Efapel), mt

Geral/Overall/Général
1.º Geraint Thomas (Sky), 19h46m13s
2.º Michal Kwiatkowski (Etixx-QuickStep), a 27s
3.º Tiago Machado (Katusha), a 1m11s
4.º Richie Porte (Sky), a 1m14s
5.º Luis León Sánchez (Astana), a 1m18s
6.º Rein Taaramae (Astana), a 1m19s
7.º Sergei Chernetski (Katusha), a 1m32s
8.º Alberto Losada (Katusha), a 1m55s
9.º Rubén Fernández (Movistar), a 2m04s
10.º Ion Izaguirre (Movistar), a 2m21s

Texto: Organização

Fotos: Pedro Monteiro / PlanetAlgarve

Categories: Algarve, Desporto, Quarteira

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.