Loulé

“Já Dizia o Poeta Aleixo” no Cine-Teatro Louletano (10 fotos)

Num espetáculo de homenagem ao poeta António Aleixo, João Espada apresentou ontem no Cine-Teatro Louletano um conjunto de curtas-metragens baseadas na obra poética do Aleixo, realizadas por si no âmbito do Mestrado Comunicação Cultura e Artes com Especialidade em Estudos da Imagem, pela Universidade do Algarve.

O programa começou com o neto do poeta, o presidente da Câmara Municipal de Loulé, Vítor Aleixo, a dizer umas palavras sobre o seu avô.

A transversalidade da obra do poeta Aleixo foi ilustrada, também, através de breves apontamentos de teatro pelo Teatro Análise de Loulé, onde António Clareza relembrou igualmente as suas memórias do poeta, partilhando a amizade que o seu pai, o barbeiro José Clareza, nutria por António Aleixo, exibindo em palco o Bandolim com que o seu pai cantou a Serenata ao Poeta à janela de António Aleixo, dias antes da sua morte.

Destaque ainda para a música, com Luís Galrito e os músicos convidados António Hilário e Hélio Perfeito, com a participação especial de Nuno Guerreiro.

Houve ainda lugar à poesia e canções, onde se destacaram Martim Santos e Afonso Dias num dueto fantástico com Tânia Silva.

Um serão com momentos tocantes e de grande qualidade de tributo ao poeta com casa cheia.

A iniciativa terminou com todos os intervenientes em palco, aplaudidos de pé pela assistência.

Texto: Jorge Matos Dias / PlanetAlgarve

Fotos: Pedro Monteiro / PlanetAlgarve

 

Categories: Loulé

1 reply »

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.