Loulé

12,º FESTIVAL MED | Primeiros nomes do cartaz anunciados na BTL

Texto: Município de Loulé

Fotos: Jorge Matos Dias / PlanetAlgarve

Artistas de Portugal, Israel, Nigéria, Peru e Angola confirmados: Carminho, Nneka, Tiago Bettencourt, Cumbia All Stars, Raquel Tavares, DJ Marfox, Balkan Beat Box e Batida atuam na edição de 2015 deste festival de World Music

Os portugueses Carminho, Tiago Bettencourt, Raquel Tavares e DJ Marfox, os israelitas Balkan Beat Box, a nigeriana Nneka, os peruanos Cumbia All Stars e o projeto luso-angolano Batida são os primeiros nomes anunciados para a 12.ª edição do Festival MED, que decorre de 25 a 27 de junho, na Zona Histórica de Loulé.

A apresentação do evento, que teve lugar esta quinta-feira, no âmbito da BTL – Feira Internacional de Turismo, em Lisboa, contou com a presença da fadista Raquel Tavares, um dos nomes nacionais que integra a edição deste ano, e que enalteceu o pioneirismo deste evento. “Numa altura em que, de há cinco anos para cá, tanto se fala da World Music, o Festival MED foi visionário a dar-lhe a devida importância há 12 anos. É possível mostrar que a música do mundo, a música de cariz popular e urbano, deverá ter também muito peso na indústria musical. É por isso que o Fado faz também parte dela e tem vindo a estar sempre tão bem representado nas edições do Festival MED”, sublinhou a artista.

Refira-se que Raquel Tavares sobe ao palco no dia 26 de junho, um mês após o lançamento do seu novo trabalho, também ele “ele cheio de influências do mundo e da World Music de artistas e intérpretes inacreditáveis”, com quem a fadista tem tenho tido a oportunidade de partilhar o palco.

Naquele que será um dos maiores cartazes artísticos do MED, o Festival propõe 500 horas de música, 42 concertos, 6 palcos, 3 noites no casco histórico da cidade de Loulé.

O cartaz já está fechado mas o anúncio dos restantes nomes que dele fazem parte será feito gradualmente. “O cartaz é muito rico e diversificado. Não temos dúvidas que o Festival deste ano vai ser ainda melhor do que aquele que tem sido nos anos anteriores”, considerou o vice-presidente da Autarquia, Hugo Nunes.

Este ano estão previstas algumas novidades, nomeadamente “algumas animações e concertos improváveis, bem como pequenas surpresas ao longo do espaço onde se desenrola o Festival”. O dia aberto ao público mantém-se mas o Open Day, que em 2014 teve lugar na quarta-feira, com um concurso de bandas, este ano será substituído pelo domingo “em que a música não será o principal protagonista”.

A par da música, o Festival MED será mais uma vez uma mostra da diversidade na área cultural, com as componentes de artesanato, gastronomia, artes plásticas, animação de rua e muito mais.

O Festival MED 2015 terá um orçamento de 200 mil euros.

O preço das entradas mantém-se igual ao do ano passado: Em pré-venda, Bilhete Diário – 10,00€, Bilhete Festival (acesso aos 3 dias de Festival) – 25,00€ e Bilhete Diário Família (2 adultos e 2 crianças até 16 anos) – 25,00€. No período de venda normal, os bilhetes terão os seguintes preços: Bilhete Diário – 12,00€, Bilhete Festival (acesso aos 3 dias de festival) – 30,00€ e Bilhete Diário Família (2 adultos e 2 crianças até 16 anos) –25,00€.

A manter este ano está também a aposta no Copo Ecológico, numa clara preocupação da organização em aliar este evento às questões ambientais.

O presidente da Autarquia, Vítor Aleixo, referiu-se ao MED como “o maior cartaz cultural/musical da Cidade e do Município de Loulé, um festival consolidado que é importante em diversas vertente mas que notabiliza-se sobretudo por realçar a parte patrimonial e histórica da cidade de Loulé, apresentando aos milhares de visitantes uma variedade de World Music que tem primado sempre por uma qualidade que satisfaz a todos”.

Os artistas

Carminho (Portugal)

https://www.facebook.com/CarminhoMusic

Carminho – Saia Rodada (Video oficial)

Uma das maiores vozes do fado de Portugal sobe ao palco no dia 25 de junho. Em 2005, Carminho foi a vencedora do prémio Amália na categoria de Revelação Feminina.

Em 2006 colabora nas gravações do disco “O Terço Cantado” que recebe a bênção apostólica do Papa Bento XVI. Em 2009 é apontada pelo site Cotonete como um dos Nomes a seguir nesse ano. O dueto com o cantor espanhol Pablo Alborán, “Perdonáme”, liderou os tops de vendas tanto em Portugal como em Espanha.

Foi recentemente condecorada pelo Presidente da República.

Carminho é uma das maiores artistas portuguesas da atualidade com reconhecimento internacional;

Nneka (Nigéria)

https://www.facebook.com/NnekaWorld

Nneka – My Love, My Love (Video Oficial)

A cantora integra uma nova revolução na música africana contemporânea e é presença assídua nos festivais de verão por toda a europa.

Pela primeira vez em Portugal, Nneka irá apresentar no MED o seu novo álbum “My Fairy Tales”.

O tema “Heartbeat” de 2008 foi um dos maiores sucessos desse ano. O Sunday Times no Reino Unido descreveu-a como “uma compositora fenomenal com muita alma e groove.”; A sua voz sincera aliada a letras que abordam questões reais e a sua personalidade independente originou um estatuto de culto em redor da sua música.

Nneka vai estar no Festival MED no dia 27 de junho e é um dos nomes mais aguardados do cartaz.

Balkan Beat Box (Israel)

https://www.facebook.com/balkanbeatbox

Balkan Beat Box – Part of the Glory

Projeto consagrado globalmente, os Balkan Beat Box já marcaram presença nos maiores festivais europeus, incluindo o MED.

Donos de uma sonoridade única que funde a tradição de Israel, a contradição árabe, a inovação do hip hop e dancehall somados à marca forte dos ritmos do leste europeu, a palavra mais usada para descrever os seus espetáculos é “Explosivo”;

Foi a banda mais vezes referida pelos seguidores do festival na eventualidade de um regresso ao MED. De volta a Loulé, os Balkan Beat Box atuam no dia 26 de junho.

Cumbia All Stars (Peru)

https://www.facebook.com/CumbiaAllStars

Cumbia All Stars – Quiero que Amanezca (Vídeo Oficial)

Com 40 anos de carreira, os Cumbia All Stars são criadores da autêntica sonoridade da Cumbia Peruana.

Multipremiados a nível internacional, foram os vencedores do prémio WOMEX 2013.

Vistos por muitos  como a maior instituição musical do Peru e uma das maiores da América do Sul, os Cumbia All Stars marcam presença no Festival MED no dia 26 de junho.

Batida (Portugal / Angola)

https://www.facebook.com/batida

Batida – Luxo (Vídeo Oficial)

A história deste grupo confunde-se com a de Pedro Coquenao, fundador do coletivo Fazuma, nascido no Huambo, mas que cresceu nos subúrbios de Lisboa. Com dois trabalhos lançados, este projeto luso-angolano teve a aclamação generalizada da crítica nacional como internacional.

É um dos projetos da atualidade mais acarinhados pela crítica e pelo público.

Repetente no Festival MED (em 2011 em formato banda e em 2013 em formato DJ Set), com a atuação de 2011 considerada por muitos como a melhor desse ano, a Batida sobe ao palco no dia 26 de junho.

Tiago Bettencourt (Portugal)

https://www.facebook.com/tiagobettencourtoficial

Tiago Bettencourt – Morena (Vídeo Oficial)

Autor de várias composições de referência da nova música portuguesa, começou  com os Toranja, marcando o panorama musical português.

A riqueza da simplicidade dos seus poemas e melodias depressa captou a atenção do público, sendo reconhecido como um dos maiores cantautores da sua geração.

Temas inesquecíveis como “Carta”, “Laços” ou “Canção Simples” são indissociáveis das suas melodias e da sua voz marcante; Em 2014, lança o disco “Do Princípio”, contando com três colaborações de luxo (Jacques Morelenbaum, Mário Laginha e Fred Pinto Ferreira). Atualmente  “Aquilo que eu não fiz” e  “Morena” são presenças obrigatórias nas nossas rádios e irão, de certo, fazer parte do repertório no MED 2015, no dia 27 de junho.

Raquel Tavares (Portugal)

https://www.facebook.com/raqueltavaresfado

Raquel Tavares – Fado é Amor

Uma das mais importantes vozes do fado contemporâneo, aos 12 anos Raquel Tavares venceu a Grande Noite do Fado, iniciativa da Casa da Imprensa.

Em 2006 edita o seu disco de estreia “Raquel Tavares” que lhe valeu o Prémio Revelação Amália Rodrigues e Casa da Imprensa.

Em 2013 gravou o tema “O que sobrou de um queixume”, com o fadista Carlos do Carmo, no álbum de duetos “Fado é Amor”.

As suas atuações estendem-se além-fronteiras, visitando países como França, Espanha, Itália, Uruguai, Brasil, China e Austrália, entre outros. A fadista atua em Loulé, no dia 26 de junho.

DJ Marfox (Portugal)

https://www.facebook.com/DJMARFOX

DJ Marfox – Just Jam 117 Pt7

A revista norte-americana “Rolling Stone” colocou DJ Marfox entre os 10 novos artistas a nível internacional  a ter em conta no presente ano.

É um dos DJs das já míticas “Noites Príncipe”, em Lisboa e um dos expoentes máximo na nova abordagem urbana do kuduru. Reconhecido internacionalmente pela inovação na sua leitura da música africana, é o DJ do momento. DJ Marfox sobe ao palco do Festival MED dia 27 de junho.

Categories: Loulé

1 reply »

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.