Ocorrências

Jovem quarteirense Diogo Brito morreu em acidente de viação

Diogo Brito, jovem quarteirense de 20 anos, morreu esta manhã, ao volante do automóvel que conduzia, um Fiat Seiscento, depois de um embate frontal contra um camião, na EN125, na zona de Vale de Éguas, em Almancil.

O violento choque terá resultado de despiste, pois o automóvel atravessou a estrada, entrando na faixa contrária, onde se enfiou por baixo da parte frontal do veículo pesado de mercadorias da empresa Luís Simões. O acidente ocorreu por volta das 6h20m da manhã desta quarta-feira.

O automóvel ficou transformado numa amálgama de metal retorcido,  pelo que foi necessária a intervenção de uma viatura de desencarceramento para retirar o corpo do jovem.

Em virtude do acidente, o trânsito ficou cortado naquela zona da EN125 durante toda a manhã, tendo o trânsito sido desviado para dentro da vila de Almancil.

No local, estiveram 18 elementos, entre meios dos Bombeiros Voluntários de Loulé, a Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) de Faro, o INEM, a ambulância de Suporte Imediato de Vida (SIV) de Loulé, a GNR e funcionários da empresa “Rotas do Algarve”, concessionária daquele troço rodoviário.

Diogo Brito morava na Rua Vasco da Gama, em frente ao Centro Autárquico de Quarteira.

Frequentava o 1.º ano do curso de Gestão na ESGHT – Escola Superior de Gestão, Hotelaria e Turismo  da Universidade do Algarve.

Aliás, Diogo Brito, aquando do acidente, regressava precisamente de uma noite de estudo passada com colegas de curso, supondo-se que o acidente terá sido provocado pelo sono do jovem quarteirense.

Na sua página no Facebook, a Associação Académica da Universidade do Algarve deixou a seguinte mensagem:

É com profundo pesar que a Associação Académica da Universidade do Algarve recebeu a notícia do falecimento do colega, Diogo Brito, aluno do 1º ano de Gestão, vítima de acidente rodoviário esta manhã. A Associação Académica e toda a comunidade estudantil estão de luto e transmitem aos familiares, amigos e colegas do Diogo as mais sinceras condolências. Com esta perda, a Academia ficou mais pobre“.

Texto: Jorge Matos Dias / PlanetAlgarve

Fotos: Página de Diogo Brito no Facebook

Categories: Ocorrências, Quarteira

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.