AGENDA

Exposição “A última semana do fascismo” na Biblioteca Municipal de Lagos | 24 de abril a 30 de junho

BIBLIOTECA MUNICIPAL DE LAGOS  

Rua Dr. Júlio Dantas, 4 | Terça a sábado – 10h00 às 18h00

Patente de 24 de abril a 30 de junho

Exposição “A última semana do fascismo”, de Manuela Caneco
Exposição constituída por 14 obras originais, estruturadas em 5 séries: “Corrosão do Sistema”; “Repressão em Lisboa”, “Tortura”, “Luta”, “Emigração forçada e clandestina”.

MANUELA CANECO, Barão de São Miguel, Vila do Bispo, 1951.

Artista plástica, vive actualmente em Barão de S. Miguel, dá aulas particulares de pintura e trabalha exclusivamente com materiais reciclados.

Nos anos de 1973 e 1974 esteve fortemente envolvida na ambiência política e cultural lisboeta, devido à sua frequência da Escola Superior de Belas Artes, em Lisboa, e à ligação estreita que manteve com a Galeria “Opinião” e o Jornal “República”, locais de referência cultural à época. É nesta altura que trabalha e convive com o crítico de arte contemporânea José Ernesto de Sousa, com o pintor “naif” Hipólito Clemente e com o musicólogo Madeira Luís. Nos tempos revolucionários do 25 de Abril foi activista sócio – cultural, participando em diversos projectos comunitários por todo o país.

Manuela Caneco entende a Vida como transformação e aprendizagem constantes, sendo o mundo visível um reflexo de um outro mundo. Nesta viagem iniciática, as estrelas são, para ela, de todas as cores, mas umas são mais preferidas que outras, as azul-turquesa. A forma da sua Casa é septagonal, e quando indagada sobre o ser humano respondeu: “…às vezes, são experiências dos deuses.”

Através do trabalho artístico que agora revela na Biblioteca Municipal de Lagos, produzido precisamente na época que dá título à exposição, Manuela Caneco fala do seu “mundo de vésperas”, do Portugal antes da Revolução do 25 de Abril, visto e sentido por uma estudante e trabalhadora, emigrada do Sul, em Lisboa.

???????????????????????????????

Categories: AGENDA, Lagos

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.