Algarve

Jovens acordeonistas algarvios conquistam Alcobaça

Realizou-se, nos dias 29, 30 e 31 de Maio, de 2015, mais uma vez organizado em parceria pela ASACAL (Associação de Acordeão de Alcobaça) e a Orquestra Típica e Coral de Alcobaça, a 19.ª Semana Internacional do Acordeão na qual se integrou o 20.º Troféu Nacional de Acordeão – considerado o mais importante do País nesta área musical – e, simultaneamente, o 1.º Concurso Internacional de Acordeão, tendo nele participado jovens de Portugal, Itália, Espanha, Lituânia, Bósnia, Sérvia e China. Estes troféus contaram, na totalidade, com um corpo de júri composto por 11 elementos, de várias nacionalidades, e sessenta e cinco participantes, dos quais, quinze, do Algarve e do  Alentejo, com idades compreendidas entre os 6 e os 17 anos, alunos dos professores João Pereira, de Castro Marim, e Nelson Conceição, de Santa Bárbara de Nexe, concelho de Faro.

Hugo Madeira, 8 anos, natural de Altura, Castro Marim, aluno de João Pereira, ficou em 2.º lugar no Troféu Nacional e 4.º lugar no Troféu Internacional, na categoria Iniciados.

Os alunos de Nelson Conceição, conquistaram as seguintes classificações:

– Jéssica Guerreiro, 17 anos, das Ferreiras, 1.º nacional e 1.º internacional na categoria Solista Variété

– Hernâni Cerqueira, 17 anos, de Tunes 1.º nacional e 1.º internacional na categoria Júnior Varieté

– Tiago Conceição, 6 anos, de Loulé, 1.º nacional e 3.º internacional na categoria Iniciados;

– Daniel Silva, 17 anos, de Paderne, 2.º nacional e 2.º internacional na categoria de Sénior Variété

– João Palma, 15 anos, de Loulé, 2.º nacional na categoria Juvenil Variété e 2.º internacional na categoria Juvenil Variété;

– Carina Duarte, 11 anos, de Quarteira, e Hugo Afonso, de 11 anos, de Almancil, em 2.º nacional e 4.º internacional, na categoria de Duo A;

– Pedro Palma, 15 anos, de Loulé, e Tiago Silva, de Santa Bárbara de Nexe, em 2.º nacional e 4.º internacional na categoria Duo B;

 -André Filipe e Beatriz Filipe, respetivamente, 12 e 15 anos, de Almodôvar, 3.º nacional e 4.º  internacional, na categoria de Duo A;

– Miguel Coelho, 9 anos, de Tunes, 3.º nacional e 4.º internacional na categoria Iniciados

– Mariana Coelho, 12 anos, dos Olhos d’Água, e Carolina Farias, 13 anos, da Guia, Ex aequo em 4.º, em ambos os troféus, nacional e internacional na categoria Infantil;

A deslocação destes jovens acordeonistas – que conquistaram Alcobaça  – e dos seus familiares, só foi possível com os seguintes apoios: Associação Mito Algarvio (Associação de Acordeonistas do Algarve); Câmara Municipal de Castro Marim; Associação Grupo dos Amigos de Loulé; Câmara Municipal de Loulé e Direção Regional de Cultura do Algarve.

Segundo João Pereira, professor de acordeão desde 2000 e presidente do Mito Algarvio, “a participação dos jovens algarvios nestes encontros nacionais e internacionais são de elevada importância, não só, para uma salutar e pedagógica competição entre os estudantes, mas também, para a projeção e dignificação deste instrumento musical no Algarve e no País. Se dúvidas houver, num reportório de trinta e oito músicas diferentes que estes estudantes exibiram em dois dias, treze, pertencem a autores algarvios, o que denota a importância deste instrumento musical para a cultura da região”.

Por: Mito Algarvio

Categories: Algarve

1 reply »

  1. “considerado o mais importante do País nesta área musical”, Quem considera? E não me parece que este tenha sido o primeiro concurso internacional de Alcobaça… isto carece averiguação, alguma coisa não está a bater certo… de qualquer modo, parabéns aos vencedores.

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.