AGENDA

Espaço para Fado, Concertos Improváveis e Cante Alentejano também animam programa do Festival MED 2015 | 25 a 27 de junho

Uma das grandes novidades em termos musicais do 12º Festival MED vai ser o MED Fado, a recriação de uma Casa de Fados, nos Claustros do Convento, por onde vão passar vários fadistas locais. Esta pretende ser uma homenagem ao Fado enquanto Património Cultural Imaterial da Humanidade (2011). Mais do que um estilo musical, o Fado faz parte da alma lusa e constitui um elemento fundamental da nossa tradição pelo que a sua presença no MED será também mais uma forma de promover a cultura portuguesa.

No arranque do Festival, dia 25 de junho, vão atuar neste espaço as fadistas Argentina Freire (20h00) e Filipa Sousa (22h15). No segundo dia do MED, é a vez de Melissa Simplício (20h00) e André Catarino (22h15) levarem o melhor do fado aos Claustros do Convento. No sábado, 27 de junho, o MED Fado vai contar com a participação de Sara Paixão (20h00) e César Matoso (22h15), num espaço que pretende reproduzir a tipicidade das casas de fado dos bairros antigos de Lisboa

Para além do Fado, também o Cante Alentejano, outra das expressões culturais lusas distinguidas como Património Imaterial da Humanidade, terá lugar no programa da 12ª edição deste Festival. A organização do Festival MED convidou quatro grupos que se dedicam a este género musical tradicional – Grupo Coral “Vozes da Aldeia”, Grupo Coral e Etnográfico “Flores do Campo”, Grupo Coral e Etnográfico “Vozes de Almodôvar” e Grupo Coral e Etnográfico “Mondadeiras de Santa Cruz” – que levarão a sua música às ruas e ruelas do MED.

Para animar o recinto, vários performers irão interagir com os visitantes que, a cada esquina e em cada recanto da Zona Histórica de Loulé, serão surpreendidos com Concertos Improváveis. O cantautor Afonso Dias, acompanhado pelas vozes de Tânia Silva e Teresa da Silva, a fanfarra Al Fanfare, o grupo Ao Luar Teatro, a Associação Artística Satori, Edgar Guerreiro “The Saw Guy”, Eduardo Ramos, Rhakatta, Vicenteatro são alguns dos protagonistas destas animações.

Recorde-se que o Festival MED decorre de 25 a 27 de junho, com dia aberto ao público no domingo, 28 de junho, na Zona Histórica de Loulé. Três noites com 50 horas de música, 42 bandas, 6 palcos, Fado, Cante Alentejano, concertos improváveis, performers, espaço para os mais novos (MED Kids), artes plásticas, artesanato e gastronomia são as propostas naquela que se prevê uma das mais concorridas edições deste festival de World Music.

Os ingressos podem ser adquiridos no Cine-Teatro Louletano ou através do site oficial do Festival www.festivalmed.pt. Até ao dia 20 de junho vai ser possível adquirir antecipadamente os bilhetes para este Festival, com uma redução do preço. Assim, neste período, os bilhetes terão os seguintes preços: Bilhete Diário – 10,00€, Bilhete Festival (acesso aos 3 dias de Festival) – 25,00€ e Bilhete Diário Família (2 adultos e 2 crianças até 16 anos) – 25,00€.

No período de venda normal, a partir de 21 de junho e até aos dias do evento, os bilhetes terão os seguintes preços: Bilhete Diário – 12,00€, Bilhete Festival (acesso aos 3 dias de festival) – 30,00€ e Bilhete Diário Família (2 adultos e 2 crianças até 16 anos) – 25,00€. Nos dias do Festival os bilhetes podem ser adquiridos na bilheteira à entrada do recinto.

Para as crianças até aos 12 anos a entrada é livre.

Mais informações em

www.festivalmed.pt

facebook.com/festivalmedloule

App

Por: Município de Loulé

Categories: AGENDA, Loulé

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.