AGENDA

Secretário de Estado junta-se aos trilhos solidários do lince ibérico em Silves | 12 de setembro

Miguel de Castro Neto, secretário de Estado do Ordenamento do Território e da Conservação da Natureza, vai estar na linha de partida do I Trail do Lince, no dia 12 de setembro, na região de Silves. A primeira edição tem prevista a participação de cerca de 500 atletas, para percorrer 42 ou 10 km, numa iniciativa desportiva e nacional ímpar pela conservação do lince ibérico no seu habitat natural.

Entusiasta da corrida, Miguel de Castro Neto junta-se assim ao pelotão solidário que vai explorar os trilhos por onde terão passado os últimos linces ibéricos que correram livremente pela serra algarvia. “Os felinos, de uma forma geral, são vistos como um predador de topo. O afastamento do lince ibérico da realidade diária das populações tem levado ao surgimento de mitos e desinformações sobre os seus hábitos e comportamentos. Iniciativas como esta prova aproximam a espécie das populações, levando informação e promovendo os territórios”, observa.

Atualmente, o lince ibérico encontra-se extinto da maioria da sua área de distribuição geográfica histórica, tendo as populações reprodutoras desaparecido de grande parte das comunidades espanholas e do território português. De acordo com o secretário de Estado, desde que se tomou consciência da regressão da espécie nos últimos 100 anos, a conservação in-situ e ex-situ tem sido “um processo contínuo”. Hoje, calcula-se que os efetivos populacionais se situem entre 200 e 250 indivíduos, distribuídos por dois núcleos populacionais, ambos na Andaluzia, para além das populações reintroduzidas.

“O início da reintrodução do lince ibérico em Portugal, no final de 2014, foi um sucesso, uma vez que, hoje, existem 12 exemplares identificados em território nacional. O investimento feito, na última década, nas melhorias de habitat, garantiu não só a fixação dos animais reintroduzidos como a receção de espécimes libertados em Espanha”, explica Miguel de Castro Neto. Segundo este responsável, os desafios passam agora por consolidar o ex-situ e ampliar o seu alcance, garantir o sucesso do in-situ com a fixação de fêmeas reprodutoras em território nacional e a libertação de mais espécimes. “A minimização das causas de morte e a melhoria dos índices de aceitação social da espécie também estão na agenda de trabalhos”, avança.

Por cada inscrição no I Trail do Lince serão entregues dois euros ao World Wide Fund for Nature (WWF) e ao Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), para o projeto Green Heart of Cork (No Coração do Montado) e para o Fundo de Conservação da Natureza e Biodiversidade, respetivamente. Esta iniciativa é organizada pela Fire! com o apoio da Câmara Municipal de Silves, ICNF, WWF, Liga para a Proteção da Natureza, Associação Iberlinx, associação Algarve Trail Running, Águas do Algarve e REN – Redes Energéticas Nacionais.

As inscrições para o I Trail do Lince podem ser realizadas até ao próximo dia 15 de agosto com um valor promocional, no website da prova: http://www.traildolince.pt. Vamos percorrer os trilhos do lince ibérico e voltar a colocar esta espécie ameaçada no mapa!

Print

Print

Categories: AGENDA, Desporto, Silves

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.