Ocorrências

LOULÉ | GNR efetua busca à residência de suspeito de burlas

Durante o dia de ontem, 16 de setembro de 2015, militares do Núcleo de Investigação Criminal (NIC) da Guarda Nacional Republicana (GNR) de Loulé, no âmbito de processo em que se investigam vários crimes de burla, efetuaram busca domiciliária à residência do principal visado no processo, tendo apreendido diversos objetos associados às práticas ilícitas desenvolvidas pelo indivíduo.

As diligências investigatórias relacionadas com vários crimes de burla, onde o suspeito promovia alegados cursos de vigilante/segurança privada que nunca se realizavam, conduziram à realização de busca domiciliária à sua residência, localizada na cidade de Loulé, na qual foram apreendidos os seguintes objetos:

  • Um computador portátil;
  • Dois tablets;
  • Dois telemóveis;
  • Um veículo automóvel;
  • Distintivos de segurança privada;
  • Peças de fardamento de forças de segurança;
  • Diversos documentos associados às vítimas e à consumação das burlas.

O arguido, suspeito da prática de cerca de três dezenas de burlas e ainda de vários furtos, através de anúncios na internet aliciava as vítimas a inscreverem-se em cursos de vigilante e segurança privada, marcando encontros com as mesmas para preenchimento de documentação relativa à inscrição.

No decurso desses encontros o indivíduo, que se apresentava como elemento pertencente a força de segurança, exigia às vítimas os documentos pessoais de identificação, registo criminal e fotografias, bem como o pagamento da inscrição, com promessa de entrada imediata no curso (que nunca se realizava) e posterior ingresso em empresas de segurança privada.

As burlas ocorreram em vários concelhos do distrito de Faro, bem como na área de Lisboa, Évora, Beja, Serpa e Portalegre, entre outros, sendo convicção que muitas outras vítimas ainda não apresentaram denúncia às autoridades.

O arguido, cidadão português de 38 anos de idade com antecedentes criminais e condenações pela prática de burlas, foi constituído arguido e interrogado nessa condição, prestando Termo de Identidade e Residência, decorrendo as investigações a cargo do NIC da GNR de Loulé.

Categories: Ocorrências