Albufeira

VOLEIBOL | Atlético Clube de Albufeira perde na deslocação a Faro com a Associação Desportiva S. Francisco

Campeonato Regional do Alentejo e Algarve – Seniores Femininas

Na tarde deste sábado, 19, as Albufeirenses do Atlético Clube de Albufeira sofreram a sua 2 derrota no Campeonato Regional do Alentejo e Algarve perante a SFAD por 3 sets a 0, parciais de 25/23, 25/18 e 26/24.

O Atlético Clube de Albufeira iniciou o duelo desperdiçando ataques após receções menos boas. No primeiro tempo técnico, as da casa já levavam quatro pontos de vantagem, dando maior segurança no decorrer do jogo. Contando com passes na mão da passadora, a equipa de S. Francisco aproveitava os ataques, ao contrário das Albufeirenses. As da casa fecharam o primeiro set em 25 a 23.

Com bolas no meio para a Arvela e na entrada de rede para a Cat, esperava-se mais da equipa albufeirense, mas foram as de Faro que não demoraram a conseguir vantagem também no segundo Set. As falhas na receção persistiam e dificultavam o ataque das Albufeirenses, que era quase nulo. Marco Malha, visivelmente insatisfeito, pouco podia fazer e viu as atletas comandadas pelo técnico Rui Castro, com alta percentagem de sucesso na receção, cresceram em rendimento. Nada que pudesse tirar novo triunfo 25 a 18.

O terceiro set foi o mais equilibrado. Mesmo com as Farenses a comandarem o placar, o volume de ataque do Atlético Clube de Albufeira evoluiu, causando mais dificuldades nas defesas das Farenses. O Atlético seguia buscando uma reação, mas a efetividade habitual do SFAD não diminuía. Os erros infantis cometidos pelas Albufeirenses e a falta de concentração das mesmas, levantaram ainda mais a moral das da casa, que ampliaram, na sequência, a vantagem, administrada novamente até o fim do jogo, com variação nas construções ofensivas: 26  a 24 para a SFAD e aplausos do pouco publico presente no Pavilhão Municipal de Faro para a Associação Desportiva de São Francisco.

No final do jogo o técnico da equipa Albufeirense Marco malha resumia o comportamento da equipa como “apática”

“Hoje não posso destacar o que funcionou ou não, nem sequer o nosso sistema tático, porque perdemos devido à postura com que entramos. Se tivéssemos jogado bem, provavelmente teríamos vencido, mas a nossa postura foi muito ruim. Nós simplesmente aceitamos o jogo delas, entramos apáticos, respeitamos demais o adversário. Conheço e respeito a qualidade delas, mas independente do adversário que nós vamos enfrentar, jamais podemos temer, não posso aceitar” disse Marco Malha.

Ao final do jogo, as atletas do Atlético Clube de Albufeira, abatidas, eram unânimes nas análises da performance: “temos que apagar este jogo da nossa memória. Não fizemos o nosso melhor e a equipa sabe disso. Temos que colocar a cabeça no lugar para vencermos já o próximo jogo” resumiu a central Arvela, uma das mais abatidas com o resultado.

Acho que para a equipa e dentro do que viemos treinando, estamos desempenhando bem o nosso papel. Infelizmente hoje não apresentamos o nosso melhor voleibol e pedimos desculpas à nossa massa associativa, mas tenho certeza que vamo-nos encontrar no próximo jogo e vai-nos correr melhor” disse o adjunto Bruno Correia.

Categories: Albufeira, Desporto