Algarve

PSD/Algarve pede explicações ao Governo pela exclusão do Algarve na redução do preço do gasóleo para as transportadores e das portagens

psd_algarve

Como não poderia deixar de ser, o PSD/Algarve congratula-se com a notícia veiculada na edição do “Observador”, de 18 de abril, a qual, citando o ministro-adjunto, Eduardo Cabrita, refere que o mesmo afirmou à agência Lusa que “o Governo vai criar descontos para as transportadoras de mercadorias em postos de gasolina em três zonas de fronteira com Espanha e nas antigas SCUT do interior” e que “até ao verão será criada uma redução no custo das autoestradas nas zonas do interior, nas chamadas ex-SCUT”, num “tratamento mais favorável para os transportadores de mercadorias”. Porquanto as referidas medidas, citando o ministro, assumem-se como “mecanismos da promoção de competitividade das empresas de mercadorias, mas também medidas de promoção do interior”.

Agora não podemos deixar igualmente de mostrar a nossa indignação perante o facto do Governo, uma vez mais, se esquecer do Algarve na aplicação de medidas de descriminação positiva, nomeadamente ao não incluir nenhum município da região nas áreas-piloto para desenvolvimento do projeto de criação de postos de abastecimento exclusivamente para transporte internacional de mercadorias, para veículos com uma dimensão superior a 35 toneladas. E ainda por não ter efetuado qualquer referência à redução do valor das portagens na A22 (Via do Infante), contrariamente ao veiculado para as demais ex-SCUT, porquanto os valores praticados inviabilizam a sua utilização regular pelos cidadãos e pelas empresas, atirando estes para a utilização sistemática da EN125. Estrada que em face do atraso verificado nas suas obras de requalificação, tem tornado a vida dos algarvios, e daqueles que nos visitam, um verdadeiro inferno sobre rodas.

Comissão Política Distrital do PSD 

Categories: Algarve