Silves

Ação de salvaguarda na Ermida de Nossa Senhora do Pilar, no Algoz

A Direção Regional de Cultura do Algarve colaborou com a Fábrica da Igreja do Algoz promovendo a colocação de uma porta, provisória, na Ermida de Nossa Senhora do Pilar. Este imóvel, do século XVII, está classificado como Imóvel de Interesse Público pelo Decreto n.º 45/93, DR, I Série-B, n.º 280, de 30-11-1993.

O projeto foi aprovado pela Direção Geral do Património Cultural, sendo a porta original, em madeira, posteriormente recuperada e reintegrada no local.

Ao tomar conhecimento do estado de degradação da Ermida, que havia sido assaltada e vandalizada, a Direção Regional de Cultura, assumiu o custo de uma porta, em ferro, numa intervenção de emergência, uma vez que o imóvel se encontrava desprotegido e sujeito a novos atos de vandalismo.

Para além desta ação de proteção da Ermida, reforçaram-se as condições de vigilância e segurança deste antigo templo. Recorde-se que, desde o dia 20 de maio, os bens culturais imóveis do Algarve contam com a colaboração do Comando Territorial de Faro da GNR para ações de vigilância e sensibilização, estando a Ermida de Nossa Senhora do Pilar identificada no grupo de imóveis de risco e vulnerabilidade face à sua localização algo isolada.

A Ermida contará, para breve, com novas ações de proteção, salvaguarda e valorização, a serem desenvolvidas pela Comissão Nossa Senhora do Pilar, constituída para o efeito, em parceria com a Fábrica da Igreja, a Junta de Freguesia do Algoz e Câmara Municipal de Silves, e que já se reuniu com a Direção Regional de Cultura dando conta das iniciativas que está a promover para voltar a tornar possível a fruição deste monumento.

Ermida de Nossa Senhora do Pilar - Algoz

Ermida de Nossa Senhora do Pilar – Algoz

Categories: Silves