AGENDA

Apresentação da Corrida Vertical Aquashow 2016

Foi apresentada no sábado, dia 30 de julho, a Corrida Vertical Aquashow 2016, promovida pela associação Free Challenge. O local escolhido foi a esplanada no terraço junto à torre da corrida, a torre do maior escorrega da Europa. A Corrida Vertical decorrerá no dia 13 de Agosto, sábado, às 22 horas.

Marco Soares Pereira, da Free Challenge e criador das corridas verticais em Portugal, disse que, “este ano, vamos aproximar mais as pessoas da torre porque no ano passado nós percebemos que as pessoas gostavam mais de estar junto dos atletas do que na zona de animação. De resto, a prova é igual. Esperamos que os atletas venham a fazer melhores tempos dos que fizeram no ano passado. Eles gostaram muito da primeira edição e muitos deles já estavam inscritos há muito tempo para esta segunda edição”, revelando: “Vamos ter uma novidade, uma surpresa que eu não vou revelar mas que é muito giro, um atleta que vai correr de uma forma bastante diferente daquilo que estamos habituados a ver”.

“Uma prova destas não se faz sem apoio. É uma prova cara, com muitos atletas, uma prova que, mais do que uma prova de atletismo, é um espetáculo. Só se consegue fazer porque tem, neste caso, três patrocinadores mais importantes, aos quais eu não posso deixar de agradecer: Câmara Municipal de Loulé, Junta de Freguesia de Quarteira e os

privados, principalmente o Aquashow Family Park”, adiantou Marco Soares Pereira, que fez ainda “um agradecimento muito especial: Há um movimento, dos profissionais da imagem, ligado às corridas e às marchas e hoje em dia isso é importante para quem faz alguma coisa e há um senhor, que está aqui presente, que faz isso há muito tempo, há mais de 20 anos. É o Jorge Lopes, que está ligado a um grupo de marcha corrida que já fotografa as pessoas a caminhar e a correr há mais de 20 anos. Este senhor fotografa tudo. Não é a vida dele mas ele fotografa tudo e é uma mais valia, pelo que fico muito agradecido por ele estar aqui”, deixando igualmente um agradecimento “aos voluntários, uma peça muito importante”.

Diana Santos, diretora do Aquashow Park Hotel, sustentou que “este ano apostamos de novo com a organização porque gostamos muito de trabalhar com o Marco, uma pessoa extremamente humilde e simpática quer promover a terra, Quarteira e porque também tenta sempre apoiar o parque. Portanto, é para nós um grande orgulho apoiar estes projetos que são sempre bem-vindos”.

O presidente da Junta de Freguesia de Quarteira, Telmo Pinto, começou por dizer, num tom humorista, que “eu não sou a surpresa que vai aparecer a correr. Ainda não é agora. Não está fácil”, agradecendo “ao Marco o convite para estar aqui. Temos uma coisa que é importante, temos o clima que nos é favorável, temos as praias que trazem muita gente mas é também importante ter ideias, fazer eventos e são estas iniciativas que promovem Quarteira. A ideia da escolha deste local para a apresentação da prova é muito feliz e é importante haver investimento como aqui, todos os anos, é um risco mas é importante que assim seja. Este parque é uma referência regional mas também nacional, europeia e mesmo mundial, pelo que é muito importante termos na freguesia, no concelho e na região este tipo de referências que nos tragam notoriedade, mais pessoas e diversificar a oferta que temos”.

Marco Soares Pereira salientou ainda “duas mamãs que participaram na prova do ano passado: A Diana estava grávida do Guilherme, subiu a torre comigo, e a Cláudia subiu a torre grávida da Eva e eu não sabia. Então, eu decidi chamar-lhes os meninos da Corrida Vertical e tenho aqui uma surpresa para eles. Mandei fazer as T-shirts da prova e mandei fazer duas para o Guilherme e para a Eva”, procedendo à entrega das mesmas, em tamanho à medida, às respetivas mães. “Eles são os atletas mais novos a fazer o Compromisso com o Desporto”, concluiu.

Rui Costa, da Associação de Atletismo do Algarve (AAA) e diretor técnico da prova, começou por “agradecer a confiança em mim próprio e na AAA. Vamos fazer novamente as cronometragens e os tempos através de chips e isso é extremamente importante para todos. Este ano, vamos ter 60 atletas, mais 10 do que no ano passado. São 40 atletas masculinos e 20 atletas femininos. Partem de 20 em 20 segundos em contrarrelógio, cada atleta corre duas vezes e na junção das duas marcas vão ver apurados os melhores 6 masculinos e 6 femininos para a final que será com três subidas à torre. São cerca de 200 degraus com partida num pórtico junto à piscina de ondas, como no ano passado. De referir que os atletas vencedores da I Corrida Vertical Aquashow e da I Corrida Torre 20 vão estar presentes. Portanto, vamos ter uma prova espetáculo, diferente de tudo o que é normal numa corrida de atletismo”.

A terminar, Rui Costa sustentou que “esta Corrida Vertical Aquashow tem tudo para continuar a ser um êxito”.

A apresentação da prova contou ainda com a presença dos atletas Catarina Gabadinho e Igor Guerreiro, que participaram na primeira edição, e que subiram à torre. Quando desceram, partilharam com os presentes a sua experiência e as suas expetativas para esta segunda edição.

Entretanto, vindo de outro compromisso institucional, chegou o vice-presidente da Câmara Municipal de Loulé, Hugo Nunes, que pediu desculpa pelo atraso, garantindo a continuidade do apoio a esta prova no âmbito do Compromisso com o Desporto, promovido pela autarquia louletana na sequência da Loulé Capital Europeia do Desporto 2015.

De referir que este ano, tal como no ano passado, a entrada no parque é gratuita no período da corrida, a piscina de ondas estará aberta ao público e também, desta vez, a piscina infantil.

Outra novidade é a possibilidade dos atletas participantes poderem optar entre descer pelas escadas ou pelo escorrega.

Por último, dizer ainda que foram apresentados os troféus da corrida, feitos em madeira, da autoria do talento quarteirense Rui Carvalho.

Por: Jorge Matos Dias / PlanetAlgarve

Categories: AGENDA, Desporto, Quarteira