Quarteira

Centenário do Poeta Pardal | Revelado poema de José Martins em sua honra

No ano em que se assinala o centenário da freguesia de Quarteira, passam igualmente os 100 anos do nascimento de Manuel de Brito Pardal (16 de agosto de 1916), mais conhecido por Poeta Pardal, o poeta pescador.

Foi facultado ao PlanetAlgarve um livro de poemas de outro poeta quarteirense, José Martins, “palavras desejadas…”, que inclui um poema de homenagem ao Poeta Pardal.

José Martins é filho de Beatriz dos Santos (Ti Santinhas) e de Sebastião Galo, que moravam onde hoje se situa a Rua da Ribeirinha, antigamente conhecida por Sítio das Covas, pois aí passava uma ribeira e, depois da água passar, ficavam umas covas no chão.

Poema de José Martins

“Ao Poeta Pardal”

Quarteira merecia um busto

P’ra recordar um poeta

Conhecido pescador

Com ideias de profeta

 

Da pesca criou seus filhos

Vivendo sempre com brio

Fraco pescador de lula

Homem célebre no safio

 

Era homem forte do mar

Não temia temporal

Escrevia os seus poemas

Na travessa do pardal

 

Morreu, deixou saudades

À sua grande geração

Como recordar um livro

Poemas em televisão

 

Das pedras conhecedor

Das valas também sabia

Fazia versos de amor

Vivia com alegria

 

Rodeado de amizades

Não vivia a vida só

Perseguido do Farrajota

Grande pescador de iró

 

No Inverno corria a costa

Procurando o seu tesouro

Com o chalavar da conquilha

Um prego parecia ouro

 

Quando escutava seus versos

Ansioso e cheio de brio

Notava nele orgulho

De ser poeta Algarvio

Categories: Quarteira

1 reply »